O documentário “Terra Sem Pecado” traz depoimentos de quatro pessoas dos povos tradicionais sobre questões relacionadas a sexualidade e homofobia dentro das suas comunidades.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A produção possui 20 minutos de duração e foi baseada na pesquisa “Homossexualidade indígena e LGBTQIfobia no Brasil: duas faces da mesma moeda”, de Marcelo Costa. A obra traz entrevista com quatro indígenas: PANKARARU, Alisson Cleomar dos Santos, estudante de Medicina da Universidade de Brasília (UnB).

TUPINIKIM – Danilo Ferreira Alexandre, estudante de Ciência Política da UnB.

TAPUYA GUAJAJARA, Fêtxawewe Veríssimo, liderança jovem do Santuário dos Pajés BSB/DF.

Braulina Aurora, antropóloga da UnB.

“Naquela época eu apanhei um pouco dos meus pais, falavam que isso era errado. Vinha uns amigos do meu pai dizendo que eu tinha que ir à igreja com eles e que eu estava manchando o nome do meu pai”, relata em um trecho do vídeo Fêtxa.

Ainda segundo os relatos do documentário, a discriminação homofóbica chegou nas comunidades com a colonização cristã. “Já tínhamos diversidade nas nossas comunidades antes da invasão, foram os não-indígenas que trouxeram o preconceito, a homofobia e o machismo. Não pertenciam a nossa identidade tradicional e cultural”, relata Fêtxa.