Durante o episódio desta segunda (2) da novela “Betty a Feia em NY”, a emissora SBT surpreendeu e exibiu o beijo gay entre os personagens Fabio (Mauricio Henao) e Hugo (Héctor Suárez Gomis).

A cena veio com uma boa repercussão, principalmente após analisarmos o histórico homofóbico das tramas novelísticas do canal.

O site Observatório da TV lembra que o SBT transformou um casal gay da novela “Sortilégio” em héteros, alterando os diálogos entre os dois para que, ao invés de trocarem carícias e palavras de amor, o assunto entre eles eram mulheres e a forte amizade.

O segundo momento veio em “Que Pobres Tão Ricos”, de 2017, quando a emissora simplesmente desapareceu com o casal gay da trama e deixou a novela sem pé nem cabeça. A trama é original do México e o casal também causou polêmica por lá, com boicote ao beijo entre os dois, que foi gravado mas não ao ar. Mesmo assim, Diego e Eric são considerados dois dos personagens mais importantes do folhetim.

O único momento de real visibilidade da comunidade LGBT+ na emissora foi durante a trama de Tiago Santiago, “Amor e Revolução”. As personagens Marcela e Marina protagonizaram o primeiro beijo gay do SBT, há quase 10 anos atrás.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA: