O filme Moffie conta a história da população branca da África do Sul, recrutada e treinada como soldados para defender o regime do apartheid no início dos anos 80.

No drama histórico, Nicholas Van der Swart (Kai Luke Brummer) é um jovem fechado que foi convocado para o exército sul-africano. Ao longo da trama, Nicholas se vê em perigo ao desenvolver um relacionamento íntimo com o colega recruta, Stassen (Ryan de Villiers).

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Muffie” estreou no Festival Internacional de Cinema de Veneza em 2019. com ampla aceitação da crítica. A Variety o chamou de “assustadoramente brilhante” e “obra-prima”. Já o The Guardian elogiou a direção de Hermanu, apontando que “ele pode voltar sua atenção para o sadismo visceral da Força de Defesa Nacional da África do Sul, criticando o número emocional e físico de um regime tão tóxico”.

O The Telegraph deu quatro estrelas à obra e disse que ela “faz um trabalho ponderado, empático e poderoso de explorar a homofobia como parte de uma mentalidade de raiz na psique patriarcal branca da África do Sul”.

O termo “Muffie” é uma ofensa gay depreciativa usada na África do Sul. O longo é uma adaptação do romance autobiográfico de André Carl van der Merwe e estava previsto para ser lançado este ano, mas devido a pandemia de coronavírus, foi disponibilizado apenas na plataforma Curzon Home Cinema, por 11,99 libras. O filme ainda não está disponível em português.