O ator de Mean Girls, Jonathan Bennett, disse esperar que o 1º filme natalino de temática LGBT protagonizado por ele, Hallmark Christmas, ajude jovens LGBTs a “se sentirem menos isolados e mais representados” nesta data festiva.

O canal de TV norte-americano Hallmark Channel é famoso por sua extensa lista de filmes natalinos sempre transmitidos todo fim do ano. Desta vez eles inovaram ao produzir uma obra natalina inédita para a TV com protagonismo LGBT.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

No filme The Christmas House vemos a matriarca da família Mitchell Phyllis (Sharon Lawrence) e o pai Bill (Treat Williams) convidando seus filhos adultos pra vir para a ceia de Natal.

Bennett interpreta um dos filhos adultos do casal, que chega com o marido, enquanto eles esperam ansiosamente pra saber se o pedido de adoção de uma criança pelos dois foi bem-sucedido.

Quando o filme foi anunciado pela primeira vez, claro que houve críticas da audiência conservadora e homofóbica propondo boicote ao Hallmark Channel… previsível, né?

VEJA TAMBÉM:  Música Pra Morrer de Amor: premiado filme sobre descoberta da sexualidade estreia no streaming; veja o trailer
Jonathan Bennett and Brad Harder são um casal em The Christmas House. (Foto: Divulgação / Hallmark)
Jonathan Bennett and Brad Harder são um casal em The Christmas House. (Foto: Divulgação / Hallmark)

Em entrevista ao Metro Weekly, Jonathan Bennett respondeu estas pessoas: “Para citar Theodore Roosevelt,‘ Não é o crítico que conta! Quem importa são os milhões que assistiram este filme e se sentiram representados. O que importa são as pessoas que são aliadas da comunidade LGBTQ que têm amigos e filhos e irmãos e vizinhos que são LGBTs, que assistiram a este filme e sentiram que veem seus amigos e pessoas que amam representados em um filme finalmente.”

Ele continuou: “Quem importa são os jovens que vão assistir a isso e vão se sentir menos isolados e mais representados neste Natal. Isso é o que importa.”

O diretor da Casa de Natal, Michael Grossman, disse ao Los Angeles Times em novembro que o filme foi projetado para levar alguns espectadores ao “limite”: “Olha, eu sei qual é a reputação do Hallmark Channel, e o que muitas pessoas em todo o país esperam que seja. Espero que muitos aprendam com o filme”, disse Grossman ao Los Angeles Times.

VEJA TAMBÉM:  HBO celebra Mês do Orgulho LGBT+ com vários filmes e séries sobre diversidade; confira a lista

E finalizou: “Eu entendo que, para alguns do público ainda hoje, asssistir a um beijo gay os leva a um limite. Mas, você sabe, os limites precisam ser quebrados às vezes.”

Abertamente gay na vida real, Jonathan Bennett recentemente assumiu namoro com um apresentador de TV norte-americano.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).