Cômico e trágico! Um grupo de evangélicos resolveu fazer uma petição em que solicitam ao Netflix, que tire do ar os episódios da série Good Omens. Entretanto, um detalhe fez com que o documento virasse uma piada na web: é que, na verdade, a produção é exibida pela Amazon Prime.

O responsável pela campanha foi o projeto Return To Order, que pertence à Sociedade Americana em Defesa da Tradição, Família e Propriedade americana (TFP). Uma organização que começou com católicos, mas que, agora, é composta por sua grande maioria de evangélicos.

Com 20 mil assinaturas, a petição que foi amplamente compartilhada na internet, argumenta que a série “zomba da sabedoria de Deus” e eles ainda dizem que os episódios estimulam ao “satanismo”.

Para quem ainda não assistiu, “Good Omens” é inspirada em um romance escrito por Terry Pratchett e Neil Gaiman. Estrelada por David Tennant como o demônio Crowley, e Michael Sheen, que interpreta o anjo Aziraphale, a comédia mostra a união dos protagonistas para evitar a chegada do Anticristo e o fim do mundo.