O filme da Netflix, The Old Guard, ficou conhecido após um cena super fofa entre o casal LGBT+ Joe e Nicky, em que os dois estão cercados por policiais e mesmo assim ainda conseguem declar o amor um pelo outro.

Greg Rucka, que escreveu a HQ original e adaptou o roteiro para a produção da Netflix, falou em entrevista à EW sobre a importância do casal para a obra, além de afirmar que o romance foi muito importante para ele. O filme conta a história de um grupo de pessoas imortais que passaram as décadas defendendo as pessoas. Joe e Nicky estão juntos há séculos.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Eu queria um casal gay e feliz. Senti que o público precisava ver. Aqui estão duas pessoas que, se não fosse por isso [a imortalidade], provavelmente não se encontrariam. Elas têm o que têm porque têm esse dom”, explicou Rucka.

Rucka acrescentou que: “Eles se conheceram tentando matar um ao outro, e somente quando descobrem que não havia como fazer isso, são capazes de abandonar toda essa besteira. Olham um para o outro e pensam: ‘Sabe de uma coisa? Para mim minha bênção não é ter uma vida eterna. Minha bênção é que te encontrei.’”

Na produção, cada imortal lida de forma diferente com o dom, com alguns considerando que ele traz mais coisas ruins do que boas. Mas para Joe e Nicky a imortalidade é a razão e combustível para estarem juntos.