Na última terça-feira (28), os indicados ao Emmy Awards 2020 foram revelados e, felizmente, várias produções LGBTQ+ estão na lista de concorrentes. Porém, mesmo super aclamada pela crítica e pelo público, “Pose” ficou apenas com uma nomeação.

Billy Porter, que ganhou na edição passada, concorre novamente ao prêmio de “Melhor Ator em Série de Drama”. Entretanto, as atrizes trans, que deram um show de atuação na segunda temporada, novamente foram esnobadas.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Angelica Ross, que interpreta Candy na produção, fez uma live no Instagram para falar sobre a falta de reconhecimento dela – que foi espetacular na season – e de suas colegas MJ Rodriguez, Indya More, Dominique Jackson e Hailie Sahar.

A americana explicou como é extremamente difícil para que pessoas trans sejam reconhecidas nas premiações, mesmo com toda uma campanha de inclusão.

VEJA TAMBÉM:  Emmy: Ao vivo, Laverne Cox foge do roteiro e critica transfobia do prêmio; assista

“Eu preciso que vocês entendam, eu estou tão cansada. Pra aqueles que me conhecem sabem que eu não estou apenas trabalhando na frente ou atrás das câmeras, mas aonde quer que esteja eu quero que nossa sociedade valorize vidas trans e vidas negras trans. Eu me sinto dessa forma porque acho que não há nada que possamos fazer.”

Indya também comentou sobre o assunto no Twitter, dizendo que a série é sobre elas, mas elas não tem o reconhecimento que deveriam.

“Há algo estranho sobre pessoas trans não serem honradas em uma série sobre pessoas trans que criaram toda uma cultura para honrar a si mesmas, porque o mundo não era capaz de fazer o mesmo.”

Erradas elas não estão. Emmy, vamos fazer o favor de dar o reconhecimento que essas deusas merecem!

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.