Estamos tendo que ficar em casa por causa da pandemia do Coronavírus e isso não é nada fácil. Porém, temos que ter consciência de que isso é extremamente necessário e há vários modos de se divertir sem ter que bater perna.

Na Netflix, a mais popular plataforma de streaming, há vários filmes LGBTQ+ com temáticas importantes e que valem muito a pena ver. Assim, o Põe na Roda separou 10 deles para você assistir e se distrair nesse momento de contenção.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Moonlight: Sob a Luz do Luar (2016)

Três momentos da vida de Chiron, um jovem negro morador de uma comunidade pobre de Miami. Do bullying na infância, passando pela crise de identidade da adolescência e a tentação do universo do crime e das drogas, este é um poético estudo de personagem.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014)

Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.

VEJA TAMBÉM:  Sam Smith adia lançamento e muda nome de álbum “To Die For” em consideração ao coronavírus

Handsome Devil (2017)

Ned e Conor são pessoas completamente diferentes, com personalidades como água e vinho. Um é uma estreja do rugby super popular do time, o outro é considerado um perdedor por todos. A contragosto, eles são forçados a dividir um quarto em sua escola e, inesperadamente, formam uma amizade improvável.

Meu Melhor Amigo (2018)

Lorenzo (Angelo Mutti Spinetta), um adolescente que vive na Patagônia, recebe Caíto (Lautaro Rodríguez), filho de alguns amigos da família que estão passando por uma situação grave e não podem cuidar dele. Caíto é um jovem problemático que tem dificuldade de se adaptar. Apesar das diferenças, eles têm uma amizade peculiar, onde cada um aprende muito com o outro. Um dia, Caíto conta-lhe a verdadeira razão pela qual ele teve que sair de casa. De lá, Lorenzo terá que se encarregar de um segredo pesado demais para carregar.

Alex Strangelove (2018)

Alex Truelove (Daniel Doheny) é um aluno exemplar do último ano do Ensino Médio. Ele tem um grande futuro pela frente, mas antes de se formar ele quer alcançar o último marco da adolescência: perder a virgindade com a sua namorada, Claire (Madeline Weinstein). Tudo se complica quando ele conhece Elliot (Antionio Marziale), um charmoso menino gay que sem querer põe Alex em uma jornada de autodescoberta.

VEJA TAMBÉM:  Pai descobre que filho é gay durante quarentena e tem a melhor reação

4th Man Out (2016)

Adam (Evan Todd), Chris (Parker Young), Nick (Chord Overstreet) e Ortu (Jon Gabrus) são melhores amigos desde a infância. Adam é mecânico e decide contar para os amigos que é gay. A notícia é inesperada e demora um tempo para que os outros saibam lidar com a situação. Até que Chris toma a frente da situação e decide ajudar o melhor amigo a encontrar um namorado.

Beach Rats (2018)

Um adolescente sem objetivo do Brooklyn luta para escapar de sua vida familiar sombria e levantar questões de auto-identidade, enquanto ele equilibra seu tempo entre seus amigos delinquentes, uma possível namorada e os homens mais velhos ele conhece online.

Meu Nome é Ray (2015)

Ray (Elle Fanning) nasceu mulher, mas nunca se identificou com o gênero e se prepara para fazer a cirurgia de transgenitalização. Sua mãe, Maggie (Naomi Watts), tenta encontrar a melhor forma de lidar com a questão, mas a avó homossexual de Ray, Dolly (Susan Sarandon), recusa-se a aceitar a resolução e cria um conflito familiar.

VEJA TAMBÉM:  Coronavírus: campanha arrecada fundos através de masturbação

Loving Annabelle (2006)

Após ser expulsa em outras duas escolas, Annbelle (Erin Kelly) é a novata em um colégio católico exclusivo para garotas. A jovem recém-chegada começa a desenvolver interesse em Simone Bradley (Diane Gaidry), uma de suas professoras. Annabelle passa a perseguir Simone até que ela faça sua escolha, lidando com o que é certo e com a paixão.

Carol (2015)

 A jovem Therese Belivet (Rooney Mara) tem um emprego entediante na seção de brinquedos de uma loja de departamentos. Um dia, ela conhece a elegante Carol Aird (Cate Blanchett), uma cliente que busca um presente de Natal para a sua filha. Carol, que está se divorciando de Harge (Kyle Chandler), também não está contente com a sua vida. As duas se aproximam cada vez mais e, quando Harge a impede de passar o Natal com a filha, Carol convida Therese a fazer uma viagem pelos Estados Unidos.

 

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.