O ator de ‘Guardiões da Galáxia’, Chris Pratt, frequenta a igreja evangélica americana Hillsong Church. Outras celebridades como Justin Bieber, Selena Gomez e Kendall Jenner também são fiéis da igreja bastante polêmica.

Segundo o site Queerty, os problemas surgem com os relatos envolvendo antigas práticas da igreja em praticar a “cura gay”, sessões de terapia para “converter” homossexuais para heterossexuais. O líder da igreja, Carl Lentz, considera a homossexualidade um verdadeiro pecado e que nunca deixaria um membro homossexual ter alguma posição de destaque dentro do culto. Além disso, um dos fundadores da igreja, Frank Houston, é acusado de ter molestado um garoto de 7 anos.

A polêmica começou pouco depois dos seguidores do ator no instagram  se desentenderem  por causa das fotos da cruz em uma árvore e o ator americano compartilhou nos stories no inicio de janeiro que ele está em uma dieta bíblica de 21 dias, conhecida no Brasil como “Jejum de Daniel”.

Acontece que o amado ator de Parks e Recreation, Jurassic World e Guardians of the Galaxy é na verdade um cristão evangélico há muito tempo que se converteu 20 anos atrás quando ele criticado por um fã por seu uso de drogas e sexo em um estacionamento de supermercado.

A megaigreja começou na Austrália e, desde então, gerou postos avançados em todo o mundo, incluindo a cidade de Nova York. A Igreja Hillsong da cidade de Nova York é liderada por Carl Lentz. Em uma entrevista GQ 2015, Lentz disse que considera a homossexualidade um pecado e nunca permitiria que um membro abertamente gay ocupasse uma posição de liderança na igreja.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em agosto de 2015, quando a igreja de Nova York descobriu que dois de seus membros do coral masculino eram casados, divulgou uma declaração pública contra eles.

Um dos fundadores originais da igreja, Frank Houston, molestou um menino de 7 anos de idade. E em 2008, foi revelado que a igreja de Hillsong se referia a muitos de seus membros gays como ex-gay  como uma forma de terapia de conversão, uma prática profissionalmente negada e psicologicamente prejudicial ao tentar transformar pessoas gays em heterossexuais.

A igreja já disse que não encoraja mais a terapia ex-gay, mas um ex-membro gay do grupo, Alex Pittaway, ainda alerta aos gays que Hillsong nunca os aceitará:

“Os gays precisam saber que, quando vão a Hillsong, precisam ir para a parte de trás do ônibus. Hillsong é moderno e atraente e contemporâneo, mas certamente não há nada contemporâneo sobre o que as pessoas LGBT irão enfrentam se quiserem ser líderes na igreja ou se oferecerem para o serviço. Isso é algo que [Hillsong] teráia que ser franco, e eles não iriam tão longe. ”

Até o momento, Chris Pratt não se pronunciou sobre o assunto.