O participante Hélder, do Big Brother Portugal, transmitido pela emissora TVI, foi chamado ao confessionário pela produção do programa e ouviu um sermão do diretor da atração.

“No Big Brother, atitudes homofóbicas, sexistas, xenófobas e racistas são inadmissíveis tal como na nossa sociedade”, iniciou o diretor lembrando da gravidade de seus atos no confinamento.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

E continuou: “Esperamos que esta casa seja um retrato da sociedade de forma positiva e não negativa sendo preconceituosa”, lembrando ainda que “Portugal acordou extremamente revoltada com seus comentários”.

Por conta de suas atitudes, Hélder agora foi penalizado no jogo e o público deve decidir se ele fica ou sai da casa mais vigiada de Portugal. Veja o momento em que ele recebe a informação no vídeo abaixo:

Mas afinal, o que fez Hélder?

VEJA TAMBÉM:  Winona Ryder recusa autógrafo a ex-colega de classe homofóbico

O participante já estava com sua imagem queimada no jogo por questões de assédio e machismo no confinamento, sendo considerado inconveniente e abusivo com as mulheres da casa. Ao tentar se defender com as garotas ele disse em uma conversa: “Sei que devo estar passando imagem de mulherengo lá fora, mas não é isso. É que eu prefiro ser mulherengo do que ser…”, disse ele apontando com a cabeça para o participante Edmar, que é gay.

Precisa fazer tanta força assim pra provar ser hétero, Hélder? Talvez então você não seja?

As sisters Soraia e Iury ouviram e ficaram indignadas com os comentários: “Tu não diga isso que não é piada nenhuma!”. Ele tentou se justificar: “Vocês não estão entendendo”, ao que elas responderam: “Estamos até demais. E não gostamos nada disso”. Assista ao momento abaixo:

VEJA TAMBÉM:  Homem que matou trans a paulada se entrega à polícia em São Paulo

Hélder tentou se explicar novamente negando ser homofóbico: “Quando apontei, quis me referir à frase (“Prefiro ser mulherengo do que ser…”) . Esta é uma frase que uso muito, mas não pra magoar ninguém. Se há pessoas com quem adoro conversar é com eles (homossexuais). Adoro falar com eles. E todos conseguem me entender!”.

Ao ser confrontado pelo apresentador Cláudio Ramos sobre suas falas em outro momento, ele tentou novamente se justificar, mas piorou: “Adoro esse tipo de pessoas!”, ao que o apresentador respondeu: “Não se refira dizendo ‘tipo de pessoa’, por favor. Não sou um tipo de pessoa. Sou uma pessoa”.

VEJA TAMBÉM:  Vídeo: Procurador de SP é processado por posts homofóbicos onde liga gays à pedofilia

Hélder continuou: “Tenho vários amigos que são…”, ao que o apresentador completou: “Homossexuais, Hélder. Não tenha medo de falar essa palavra”. Nisso, Hélder disse que não gostava de falar palavras como “preto” ou “homossexual”. E Cláudio respondeu: “A minha filha, se tiver que dizer a orientação sexual do pai, diz que ele é homossexual… Agindo assim você magoa estas pessoa”.

O participante Edmar, que foi quem foi ofendido pela homofobia de Hélder, chegou a cogitar deixar o reality em um desabafo no confessionário. Entretanto, mais tarde, Hélder pediu desculpas ao brother por suas atitudes com um abraço.

Big Brother Portugal. Créditos: TVI

Agora está nas mãos do público votar pra Hélder sair ou ficar na casa.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).