Aviso: o texto a seguir contém spoilers da série Warrior Nun

A nova série da Netflix, Warrior Nun, conta a história de Ava Silva (Alba Baptista), Uma jovem que acorda no necrotério com superpoderes e descobre que faz parte de uma seita secreta de freiras caçadoras de demônios. A novidade da produção é a atriz e modelo May Simón Lifschitz, uma mulher trans, como a personagem Chanel.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Na obra, Chanel é amiga de J.C (Emilio Osorio). Em uma cena ela ajuda a protagonista a ter mais estilo pra se vestir. Em seu Instagram ela compartilhou uma foto onde falou sobre o novo trabalho:

“Interpretando Chanel na nova série Warrior Nun, que estreia hoje! Aqui, minha personagem está explicando a Ava como você sempre tem o poder de se expressar da maneira que desejar. Assista a série agora”, comentou a atriz na publicação.

Quando um fã perguntou ao roteirista do programa, David Hayter, se Warrior Nun incluiria questões trans e se planejavam ter um herói trans, ele respondeu apenas que do elenco regular, Lifschitz era trans.

Hayter ainda explicou que Lifschitz está muito feliz porque este é seu primeiro papel onde o roteiro de sua personagem sequer menciona qualquer questão relativa a transexualidade.

Ótimo! Sabe-se que atores trans tem muita dificuldade em conseguir papéis que não falem de personagens trans.

VEJA TAMBÉM:  Colton Haynes será um #instagay em nova série de comédia


May Lifschitz nasceu na Argentina, mas a mãe é dinamarquesa. Ela é mais conhecida pelos trabalhos como modelo, sendo a segunda modelo trans contratada pela Victoria’s Secret.