Um filme lésbico ambientado na Nigéria será lançado online para escapar da censura anti-LGBT+ no país. “Ife”, que significa “amor” na língua iorubá, conta a história de duas jovens que se apaixonam e enfrentam a homofobia em seu país de origem.

O trailer enviado ao YouTube em julho despertou grande emoção na comunidade LGBT+ na Nigéria, onde a ser LGBT+ é ilegal.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em declarações à CNN, a diretora do filme, Uyaiedu Ikpe-Etim, disse que é vital que seja criado espaço para personagens LGBTs na indústria cinematográfica da Nigéria, conhecida como Nollywood.

“Eu queria representar os personagens LGBTQ de uma maneira diferente da maneira como eles são mostrados nas histórias anteriores, para mudar a maneira como os heterossexuais os vêem.”

VEJA TAMBÉM:  Rua amanhece coberta de folhetos dizendo que “sexo lésbico causa câncer"

A produtora do filme, Pamela Adie, contou à Reuters que “Ife” será lançado por meio de uma plataforma de streaming ainda este ano, com o objetivo de evitar censores que dificilmente permitiriam ao filme distribuição local.

A produtora e ativista LGBT+ contou que na Nigéria nunca houve um filme como “Ife”: “Nenhum filme teve o impacto que ele terá… A recepção ao pôster e ao trailer foi louca. Esperamos que seja mais louco quando o filme completo for lançado”.

Adie também acredita que as artes e a mídia podem ajudar a mudar a visão das pessoas em relação às pessoas LGBT+. “Toda vez que há um filme que centra as pessoas LGBTQ, sempre é sobre homens gays. Este é um para nós… Ele trará imensa alegria aos corações de muitas de nós que irão ver pessoas como nós protagonizando um filme nigeriano pela primeira vez.”

VEJA TAMBÉM:  Bolsonaro anuncia veto de recursos a filmes LGBT: "não têm cabimento"

Infelizmente, as atitudes anti-LGBT+ na Nigéria ainda são amplamente difundidas. Uma pesquisa realizada no ano passado pela “Iniciativa para a Igualdade de Direitos” (TIERS), constatou que 75% das pessoas no país apoiam a proibição de atividades sexuais entre pessoas do mesmo sexo.