A Riachuelo bem que tentou mas não conseguiu contratar a rainha Fernanda Montenegro e sua filha, a princesa Fernanda Torres, para estrelar sua próxima campanha de Dia das Mães. Seria uma dupla e tanto, né?

A negociação caminhava bem até que as duas ficaram sabendo que o empresário Flavio Rocha, dono da Riachuelo, pretende concorrer à presidência, tendo se filiado ao partido PRB no dia 27 de março deste ano.

Pausa pra quem não se lembra: no início deste ano, membros da comunidade LGBT organizaram um boicote à rede Riachuelo após ser confirmado que seu dono, Flávio Rocha, estava ligado e se filiando politicamente a lideranças conservadoras e a bancadas evangélica, sempre empenhados em lutar contra pautas progressistas como o movimento LGBT.

Foi revelado ainda que Flávio tem ligação com a igreja Sara Nossa Terra, que defende ideias retrógradas, como por exemplo, ser contra o casamento gay ou a criminalização da homofobia.


Assista também:


Ao saber da notícia – e provavelmente temendo ter a imagem ligada, ou dar alguma moral e visibilidade à marca e/ou um empresário e candidato declaradamente conservador, retrógrado e homofóbico – elas decidiram recusar a campanha da marca pelo valor que fosse o cachê, conforme noticiou o Jornal O Globo.

Flavio Rocha, como muitos políticos conservadores, está empenhado em ajudar a bancada evangélica da Câmara a atingir a meta estabelecida entre eles de conseguir eleger 200 deputados nas urnas em Outubro deste ano. Que medo, não é mesmo?!

Sendo assim, segundo saiu em na imprensa, tanto Fernanda Torres quanto Montenegro foram categóricas ao negar a campanha deixando claro que “se o então presidente da Riachuelo pretendia mesmo disputar a Presidência, a resposta era não”.

Restou a agência Mutato, responsável pela publicidade da Riachuelo, contratar Isabeli Fontana e Ana Claudia Michels como plano B.

Após a péssima repercussão da notícia na imprensa em geral, a Riachuelo se manifestou através de uma nota em que afirmou não ser contra o casamento gay, assim como seu dono.

Tá. E a gente finge que não existe aquele ditado “Diga-me com quem andas…”

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).