Não é de hoje, que a eterna rainha Xuxa Meneghel se posiciona contra a discriminação. Em várias declarações, a apresentadora já mostrou seu carinho e respeito pela comunidade LGBT.

Nesta quarta-feira (14), em entrevista publicada pelo jornalista Leo Dias, por meio do site UOl, a artista conta que topou participar do projeto de um filme sobre sua trajetória e revela que aprendeu com a mãe levantar a bandeira contra o preconceito.

“Não posso contar minha história sem contar primeiro a história da minha mãe. [Sem falar do] meu berço, minha família. Até para as pessoas poderem me conhecer, saberem por que eu olho no olho, por que eu gosto de falar a verdade, por que eu gosto de bichos, por que eu não me drogo, por que eu levanto a bandeira contra a discriminação. Eu tinha uma mãe que fazia isso”, afirma.

Ainda no bate papo, Xuxa também fala porque saiu da Globo. “Não imaginava que isso pudesse acontecer. Recebi absolutamente tudo o que um ser humano poderia receber dentro de uma empresa. Ninguém teve tanto espaço nem tantas regalias como eu. Mas as coisas começaram a mudar, a televisão começou a mudar. E eu comecei a cobrar e a querer coisas que eles não podiam mais me dar”, disse. “Me senti desvalorizada. Mas eu estava errada de querer aquilo tudo”, reconhece.

Vale destacar que, neste sábado (17), a também cantora volta aos palcos com seu novo show, “Xuxa Xou”, em São Paulo. “Vamos mexer com a memória afetiva das pessoas. Já são 36 anos, daqui a pouco serão 40 anos, quatro gerações que cresceram me vendo na nave”, finaliza.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA: