“Ore para que o príncipe George seja gay…Ore para que o príncipe seja hétero”, são as frases da polêmica iniciada por dois padres na Inglaterra. Uma ressalva importante, George, herdeiro do trono da Inglaterra, é uma criança de três anos de idade.

O ex-capelão da Rainha Elizabeth, o reverendo Gavin Ashenden está pedindo que as pessoas a orem para que o príncipe George cresça para se casar com uma mulher e evite a “maldição da fada perversa”. Essa reivindicação foi feita depois que o padre Kelvin Holdsworth, reitor da Catedral de Glasgow e figura importante da Igreja Episcopal sugeriu que um casamento real gay forçaria a Igreja a aceitar pessoas LGBT.

De acordo com o Pink News, Ashenden explicou: “Se você vai orar pelo príncipe George, reze para que ele seja feliz e reze para que ele cumpra seu dever como príncipe, para se casar e ter filhos”.  Ele também sugeriu que “a expectativa é de que ele herdará o trono e produzirá um herdeiro biológico com uma mulher que ele ama”. O reverendo Ashenden afirmou que o ministro gay de Glaswegian Kelvin Holdsworth colocou uma “maldição” no jovem príncipe. Ele disse: “É o equivalente teológico da maldição da fada perversa dos contos de fadas. É não-cristão, além de ser anti-constitucional. É esta muito longe de ser uma benção para o príncipe George”.

Entenda a polêmica:

Tudo começou porque o padre Kelvin Holdsworth fez comentários em um blog no mês passado, descrevendo os progressos lentos das questões LGBT na Igreja da Inglaterra (Igreja Anglicana). Ele escreveu: “Se as pessoas não querem se envolver em campanhas dessa maneira, elas fazem com que na Inglaterra a única opção seja rezar na privacidade de seus corações (ou em público, se eles se atrevem) para que o Senhor abençoe o Príncipe George com um amor, quando crescer, de um bom e jovem cavalheiro. Um casamento real pode mudar e classificar coisas de forma notavelmente fácil, embora possamos ter que esperar 25 anos para que isso aconteça.”

Depois de twittear esse texto para os seus 3.000 seguidores, Holdsworth recebeu respostas odiosas acusando-o de ser um pedófilo e chamando-o de “doente” e “depravado”.  Outros, no entanto, disseram que ele levantou “um ponto muito válido”.

Um pesquisa divulgada na semana passada mostrou que quase metade dos britânicos é contra um casamento gay real.

VEJA TAMBÉM:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).