Miley Cyrus também entrou na onda das lives no Instagram nessa época de quarentena por causa da pandemia de Coronavírus.

A transmissão tem até nome, “BrightMinded“, e está contando com a participação de vários amigos famosos da americana.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Na live do último fim de semana, com Hailey Baldwin-Bieber, a intérprete de “Malibu” contou que deixou de seguir a igreja após se aproximar de pessoas LGBTQ+ em sua escola. Ela morava no Tennessee, um dos estados mais conservadores dos Estados Unidos.

“Eu tinha alguns amigos gays na escola. Essa é a razão pela qual deixei minha igreja, porque eles não estavam sendo aceitos. Eles estavam sendo enviados para terapias de conversão. Eu tive muita dificuldade com isso e comigo também, encontrando minha sexualidade”

A modelo também deu sua opinião sobre o assunto, já que ela e o marido, Justin Bieber, são muito ligados à religião. Hailey explicou que quando se é adulto, há um poder de escolha, diferentemente das crianças.

VEJA TAMBÉM:  Ativista lésbica explica como a conexão humana é importante para LGBTs em tempos de coronavírus

“Eu acho que há uma diferença entre ser criado na igreja quando criança e ser adulto e ter seu próprio relacionamento com Deus”

Miley Cyrus se considera pansexual e não-binária. No ano passado, ela terminou seu casamento com o ator Liam Hemsworth e logo depois engatou um relacionamento com uma mulher, que durou apenas algumas semanas.

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.