Em entrevista ao Estadão, Maurício de Sousa descartou a existência em um futuro próximo de algum personagem LGBTI+ na Turma da Mônica.

A informação tinha surgido em junho de 2019, quando o filho do cartunista, Mauro Sousa, anunciou ter planos para representar a comunidade.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Mauricio de Sousa diz que embora queira um personagem LGBTI+ em suas histórias, não há nada de concreto neste sentido. Ainda afirma que a decisão vem porque a sociedade não parece estar pronta, mas que quando houver uma maior receptividade sua equipe começará a desenhar.

“Acho que nós não estamos prontos. Nós aqui no Estúdio, que fazemos histórias, não observamos ainda uma transformação e uma aceitação geral desse tipo de comportamento que, para mim, é natural, embora muita gente não ache”, observa.

Ele acrescenta que: “é preciso estar junto com o leitor. Quando você está junto, está protegido e em consonância com o público”, exprime.

VEJA TAMBÉM:  Maurício de Sousa apresenta sua primeira personagem lésbica

O cartunista ainda revela que, quando vier, a comunidade LGBTI+ não vai ser representada por uma criança. “Teremos que usar personagens adultos vivenciando uma coisa que já esteja sendo aceita normalmente na sociedade. Não passa disso. Não temos esse personagem. Ele não está em gestação, está no pensamento”, conta.

A ideia é trazer, segundo Maurício de Sousa, o tema em um projeto voltado ao público mais velho, como a Turma da Mônica Jovem ou a Turma da Mônica Adulta – um novo projeto que pretende mostrar mensagens mais atualizadas e próximas da realidade.