No ano passado, quando “Old Town Road” estava quebrando recordes e liderando várias paradas ao redor do mundo, Lil Nas X revelou que era homossexual.

Rumores já pairavam em toda a internet, mas a oficialização acabou com toda a especulação e também estabeleceu uma nova página na história da música. Afinal, um gay negro estava no topo cantando hip-hop.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em entrevista ao conceituado The Guardian, o rapper revelou que planejava manter sua sexualidade em segredo, mas felizmente mudou de ideia.

“Para falar a verdade eu planejava morrer com esse segredo. Mas isso mudou quando me tornei Lil Nas X”

De nome Montero Lamar Hill, o americano nasceu e cresceu em uma comunidade conservadora no estado da Georgia.

Apesar de ser uma pessoa pública e ter dito que é gay abertamente, Nas X explica que se a pessoa não quiser sair contando para todo mundo, tudo bem. Afinal, ainda há muita homofobia no mundo, especialmente em comunidades conservadoras, como a que ele cresceu.

“Quero representar 100% a comunidade LGBT. Não quero incentivá-los a fazer algo que não queiram… Especialmente no ensino médio, porque é super difícil. É mais fácil para mim porque não estou dependendo de ninguém”

Recentemente, um pastor conterrâneo de Lil Nas X acusou o artista de não ser uma boa influência para as crianças, bem na época que ele ganhou dois Grammys. 

VEJA TAMBÉM:  Lil Nas X critica campanha #BlackoutTuesday: "pior ideia possível"

Felizmente, o intérprete de “Panini” não se abalou e deu a melhor resposta para o pastor.

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.