Lana Del Rey lançou sua capa do novo álbum “Chemtrails Over the Country Club” e imediatamente ficou na defensiva.

A capa do álbum, que mostra Lana Del Rey cercada por um grupo de amigas em um restaurante, foi acompanhada por uma longa declaração em defesa de sua aparente falta de diversidade.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Eu também quero dizer isso com tudo que está acontecendo este ano”, Del Rey escreveu no Instagram. “E não, não era essa a intenção – estes são meus melhores amigos, já que você está perguntando hoje. E caramba!”

 

“Como acontece quando se trata de meus amigos incríveis e desta capa, sim, há pessoas de cor na foto deste álbum e isso é tudo que direi sobre isso, mas obrigado.”

VEJA TAMBÉM:  26 homens são presos por fazer sexo gay em parque público

Lanal del Rey explica que capa é formada por amigas

Del Rey continuou nomeando quatro de suas amigas – “Valerie da Del Rio México, meu querido amigo Alex e minha linda amiga Dakota Rain, bem como a namorada Tatiana” – acrescentando: “Somos todos uma bela mistura de tudo – alguns mais do que outros que são visíveis e celebrados em tudo o que faço. Em 11 anos de trabalho sempre fui extremamente inclusiva, mesmo sem tentar.”

“Meus melhores amigos são rappers, meus namorados foram rappers.” falou a cantora.

“Meus queridos amigos vieram de todos os lugares, então, antes de você fazer comentários novamente sobre um problema, não sou eu quem está invadindo a capital, estou literalmente mudando o mundo colocando minha vida, pensamentos e amor lá. Respeite isso. ”

 

 

Avatar
Carioca, antenado e intenso. Redator do Põe na Roda e Produtor Digital da Rádio Rio de Janeiro. Amante das artes, desde as cênicas até a fotografia. Taurino com 21 anos, apreciador raiz da cultura pop e um jornalista em construção.