Monica Iozzi resolveu se manifestar de maneira bastante clara e direta, após a polêmica envolvendo o possível veto de Jair Bolsonaro a uma propaganda do Banco do Brasil, em que as cenas celebram a diversidade.

Em sua página no Instagram, a atriz postou o vídeo da propaganda e disse: “Este é o filme do Banco do Brasil censurado por Bolsonaro. Logo após Jair reclamar do vídeo com o presidente do BB, o diretor de Comunicação e Marketing do banco foi demitido”, escreveu na legenda.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

E continuou: “Jair se incomodou com o ‘excesso de diversidade’ da peça. Jair, vá lá se tratar! É sério, cara…. Você tá piorando. Sério!”, recomendou. Após a postagem, a atriz recebeu apoio de muitos internautas. “Olha, eu não sei que pesadelo é esse, mas acho que tá na hora da gente acordar”, comentou uma seguidora.

A peça publicitária que foi vetada, mas acabou vazando nas redes sociais, celebra a diversidade com atores negros e brancos, sendo uma atriz transexual, usa gírias da comunidade LGBTQ+ e celebra a liberdade racial e a pluralidade de gêneros.

VEJA TAMBÉM:  Governo Bolsonaro deixa entidades de combate à Aids em alerta no Brasil
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).