O dramaturgo Terrence McNally morreu aos 81 anos após ser diagnosticado com coronavírus. McNally dedicou grande parte de sua carreira a representar vidas LGBT+ no palco, e ficou conhecido por obras como “A Mãe de André”, “O Beijo da Mulher-Aranha” e “O Amor! Valor! Compaixão!”.

A assessoria do artista confirmou que ele tinha doença pulmonar inflamatória crônica e morreu na terça-feira, 24 de março, após complicações ao adquirir o coronavírus. McNally deixa seu marido, Tom Kirdahy.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A morte ocorre um ano depois que McNally foi homenageado com o prêmio Tony Awards de 2019. Em seu discurso, ele disse: 

“Adoro ser dramaturgo. O horário é flexível e você não precisa usar gravata, a menos que seja convidado para os Tonys. Adoro quando sei que algo que escrevi amoleceu os pais que haviam banido o filho e a filha de suas vidas quando eles se declararam gays e lésbicas. Adoro quando me lembro dos artistas que tentaram nos ajudar a entender a devastação da Aids, mesmo quando foram atingidos por ela mesma. Adoro quando me lembro que o teatro muda o coração, aquele lugar secreto onde todos vivemos”.

McNally fez parte da criação da instituição “Broadway Cares/ Equity Fights AIDS”, que arrecada dinheiro para aqueles afetados pelo HIV e teve um papel fundamental na crise da AIDS. A organização lamentou a morte do produtor da Brodway: “Ele foi um defensor firme dos direitos civis e LGBTQ no palco e fora dele. Ele nos deu personagens inesquecíveis que contavam histórias delicadas, brilhantes, corajosas e inesquecíveis que refletiam as vidas e sonhos, alegrias e desgostos de todos nós”

“Terrence acreditava que a função mais importante do teatro é criar comunidade. Temos tanta sorte que ele incluiu a Broadway Cares/ Equity Fights AIDS em sua própria comunidade ao defender nosso trabalho desde o início. Ele era um amigo leal e verdadeiro. Campeão e membro de nosso Conselho de Administração desde nossos primeiros dias”, acrescenta a instituição.

George Takei homenageou o dramaturgo: “Terrence McNally era uma lenda entre as lendas da Broadway. Se você é um ator, há uma boa chance de você ter realizado um de seus trabalhos. Se não, você certamente irá em sua carreira, ele era tão prolífico e talentoso. Ah, meu coração se quebra com a notícia!”.

Audra McDonald utilizou as redes sociais para lamentar a perda: “Meu querido doce e brilhante Terrence. O mundo não é tão doce como um lugar sem você. Meu coração está partindo mais uma vez”.