Ontem (23), Carlinhos Maia foi o convidado do ‘Lady Night’, apresentado por Tatá Werneck. O influenciador digital respondeu a várias questões feitas pela apresentadora, inclusive sobre seu casamento com Lucas Guimarães que não teve o beijo gay.

No quadro de perguntas ‘Pensa Rápido’, o humorista foi questionado por Tatá se ele se arrependeu de não ter beijado o marido no altar do casamento e a resposta foi sim. Durante a entrevista, Carlinhos Maia também falou mais sobre o assunto e disse que o casamento por si só já era uma grande representatividade.

‘Eu não queria beijar no meu casamento. Era o meu casamento. Já era uma grande representatividade. Fiz meu pai, que é evangélico, ir a um casamento gay. A tia do Lucas, que nunca nos aceitou, estava lá. Juntei toda a família… O pai do Lucas que estava com depressão e não levanta da cama há seis meses, também. Então, queria que eles lembrassem daquele momento como algo singelo”, explico

Carlinhos Maia e Tata Werneck no Lady Night (Foto: Divulgação / Multishow)
Carlinhos Maia e Tata Werneck no Lady Night (Foto: Divulgação / Multishow)

Além disso, o influenciador disse que demorou 5 anos desde que conheceu Lucas para rolar a primeira transa do casal.

“Para a gente transar demorou três anos após o começo do namoro. Então, foram no total cinco anos ao todo [desde que nos conhecemos]”. “A gente nem tirava as bermudas. A gente ‘sarrava’ por cima das bermudas, pelo medo que ele tinha. O lance do (não) beijo (no casamento), foi muito por conta da família e história dele, também”, afirmou ele.

Também foi questionado pela apresentadora se ele sofreu muito antes de se assumir gay, e ele comentou que só quem é gay sabe o tempo certo para falar sobre o assunto.

‘Acho que todo gay sofre. Só quem é gay sabe o tempo certo pra falar abertamente de sua ‘condição sexual’ (sic). Ninguém quer esconder o que é… Só que a gente vive numa sociedade, eu, principalmente, vindo do interior de Alagoas, uma sociedade toda heteronormativa. Se aqui em São Paulo já tem preconceito, imaginem lá em Alagoas, que pra você ser viado, você tinha que ser viado macho?”, comentou ele.

Assista no vídeo abaixo a participação de Carlinhos Maia no Lady Night:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).