Em mais um de seus desabafos nas redes sociais após deixar a Igreja Universal, Andressa Urach, contou de que maneira a Igreja a tentou impedir de se aproximar de um amigo gay.

Sem revelar nomes, a ex-Fazenda afirmou que um pastor a pediu para ela se afastar daquela amizade que “a levaria ao inferno”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“O mais engraçado que o meu amigo ‘gay’ que nunca me humilhou e ainda me ajudou no dia que mais precisei, nunca absolutamente nunca me fez mal algum, nem com palavras e muito menos com atitudes”, disse Andressa.

No mesmo post, ela questionou quem estaria cometendo pecado: “A pessoa religiosa, além de me julgar sendo que eu não estava fazendo nada de errado na época, ainda me empurrou para o fundo do poço literalmente, com atitudes e palavras.”

Ex-fiel da Igreja Universal, Andressa Urach. (Foto: Reprodução / Instagram)
Ex-fiel da Igreja Universal, Andressa Urach. (Foto: Reprodução / Instagram)

Por fim, ela conclui dizendo: “Bom… eu só sei de uma coisa, que o único que poderia me julgar é Jesus, meu advogado e Ele foi crucificado justamente para me salvar a pior de todas as pecadoras.”

Aos crentes que continuam a julgando ou se preocupando com a sua vida, ela mandou um recado: “Me envia teu endereço, que o início do mês está chegando, vou enviar os meus boletos pra vc pagar. ❤️”

E aos gays, deixou claro seu posicionamento: “Eu amo os gays então aceita pq o meu Jesus não faz acepção de pessoas.”

Veja abaixo seu post na íntegra:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).