A ex-Fazenda Andressa Urach, realmente rompeu os laços com a Igreja Universal, instituição que defendeu desde os tempos em que esteve entre a vida e a morte após uma cirurgia estética que deu errado.

Não é raro ver igrejas se aproveitando dos momentos de fragilidade humana e medos das pessoas. Nestes momentos, muitos se convertem e se deixam levar por supostos líderes religiosos que, em nome de uma determinada fé ou de um determinado Deus inventado, ganham milhões.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Felizmente Andressa Urach parece estar acordando do transe, o que nem sempre acontece com pessoas que acabam levando uma vida na alienação de alguma determinada religião. Não que todas as religiões se aproveitem de fieis, longe disso, mas sabe-se que muitas sim, como parece ser o caso da Igreja Universal do Reino de Deus.

Andressa Urach em A Fazenda, quando se tornou meme e muito famosa entre o público LGBT. (Foto: Reprodução / A Fazenda)
Andressa Urach em A Fazenda, quando se tornou meme e muito famosa entre o público LGBT. (Foto: Reprodução / A Fazenda)

Em um novo post no seu Instagram, Andressa Urach desabafou sobre o novo momento de sua vida: “Me levaram praticamente tudo que eu tinha. Foi mais de um milhão e meio de reais que doei nesses últimos anos para a instituição. Fora o meu amor e tempo que dediquei como todos sabem”.

Após doar quase tudo que tinha para a Igreja do dono da TV Record, Bispo Edir Macedo, Andressa ainda foi demitida e encontra-se atualmente sem renda: “Agora que não tenho mais dinheiro para dar, ainda fui demitida da Record. Parabéns, Igreja Universal, por levar minha alma ao inferno”, concluiu.

VEJA TAMBÉM:  Andressa Urach será processada após culpar “trans crucificada” por coronavírus no mundo

Leia abaixo seu desabafo na íntegra:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).