Mais um dia e mais uma notícia bizarra sobre como a apresentadora norte-americana Ellen Degeneres supostamente destrataria pessoas circula na imprensa internacional… Desta vez, uma de suas ex-empregadas teria falado anonimamente ao tabloide britânico Daily Mail sobre abusos que teria sofrido enquanto trabalhava para a comediante.

Vale dizer antes de tudo que não dá pra afirmar ser verdade o depoimento exclusivo, uma vez que realmente Ellen parece vir sendo perseguida pela imprensa desde que começaram os boatos de que sua equipe seria destratada por ela em seu talk-show diário. Já chegaram inclusive a sugerir uma lista de apresentadoras substitutas para ela. Mas vamos lá.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em entrevista exclusiva para o Daily Mail noticiada pelo portal Queerty, a ex-governanta afirma que Ellen Degeneres comandava sua casa como um campo de treinamento militar, gritando ordens para os funcionários e montando armadilhas para pegá-los cometendo erros e tendo prazer em demití-los.

“Antes de eu assumir o cargo, as pessoas me alertavam para não assumi-lo”, disse a fonte. “Disseram-me que ela tinha uma rotatividade muito alta e que eu deveria evitar ao máximo possível o contato direto com Ellen Degeneres. Trabalhar lá foi como estar em um campo de treinamento.”

VEJA TAMBÉM:  Ellen DeGeneres plantava equipe na plateia para impedir que fãs cheguem perto dela

Segundo o depoimento ao jornal, todas as manhãs, os trabalhadores domésticos recebiam uma lista detalhada de todas as coisas que haviam feito de errado no dia anterior. As chamadas “violações” iam desde servir comida na tigela errada até não ter certeza de que havia espuma suficiente no café com leite diário de Ellen.

“Havia sempre de 20 a 30 coisas todos os dias”, disse a fonte. “Estamos falando sobre  detalhes aqui. Um saleiro fora do lugar ou um interruptor de luz deixado ligado já era motivo.”

Uma vez, a apresentadora supostamente repreendeu um chef por usar o banheiro de hóspedes em vez do banheiro dos funcionários. Outra vez, ela teria ficado com raiva de uma empregada por colocar lixo orgânico na lixeira reciclável. “Ela te tratava como se você não valesse nada.”

Ellen DeGeneres e Portia em sua mansão milionária. (Foto: Reprodução / Homes and Property)
Ellen DeGeneres e Portia em sua mansão milionária. (Foto: Reprodução / Homes and Property)

A ex-governanta prosseguiu dizendo que, à medida que a equipe ficava melhorava em seus trabalhos, Ellen Degeneres começou a preparar armadilhas para pegá-los e ter um motivo para puní-los.

“Ela deixava palitos de fósforo pela casa, atrás de portas de armários, almofadas ou livros para ver se o pessoal estava limpando e movendo as coisas de lugar. Um dia a equipe encontrou cerca de oito deles, todos em lugares estranhos. O resto do dia se tornou uma corrida para encontrá-los antes que ela chegasse em casa e despedisse alguém.”

VEJA TAMBÉM:  Ellen DeGeneres fala pela primeira vez sobre acusações de racismo

Ainda segundo a suposta ex-funcionária, Ellen também gostava de gritar com eles até que chorassem: “Ela iria torturá-lo e você apenas se sentaria lá e ouviria porque estava sendo pago”, disse a fonte. “Lembro-me de ir para casa às vezes pensando que simplesmente odiava minha vida.”

De acordo com a ex-governanta, quase ninguém permaneceu no trabalho por mais de algumas semanas. Alguns nem mesmo passaram por um turno.

“Havia várias pessoas que ela despediu, recontratou e demitiu pela segunda vez. Ouvi falar de um gerente que começou em um dia particularmente ruim e foi demitido nas primeiras duas horas.”

Mas não foram apenas as trabalhadoras domésticas que sofreram. Consertadores, seguranças e outros empreiteiros teriam sido todos maltratados.

“Uma das principais empresas de segurança de Hollywood rescindiu o contrato com ela. Algumas das críticas que ouvi foram que ela não gostava da maneira como eles andavam ”, disse a fonte. “Não estou nem brincando, ela literalmente não gostava do jeito que eles andavam. E também como eles abriam e fechavam portas. ”

VEJA TAMBÉM:  Pink revela motivo que a levou a deixar de publicar fotos dos filhos nas redes sociais

Como quase todas as outras pessoas, a ex-governanta acabou sendo demitida por Ellen após alguns meses no emprego.

“Você persiste porque desistir parece ruim para o seu currículo, mas todo mundo em Hollywood sabe o que acontece lá. Perdi um último cheque de pagamento, mas senti uma sensação de alívio por nunca mais ter que voltar lá. ”

A fonte continuou: “Ellen foi a pior pessoa que já conheci na minha vida. Ela tem prazer em despedir pessoas.”

E por fim, disse ao jornal: “Acredito que a verdadeira personalidade de alguém se manifesta em casa. Então, depois de tudo o que foi dito sobre ela no trabalho, você pode imaginar o quão terrível Ellen ficará em casa quando sua guarda estiver baixa.”

Após o relato terrível, fica a dúvida: Será que dá pra acreditar na suposta ex-funcionária que não quis se identificar ao jornal? Ellen seria realmente uma pessoa horrível ou estaria sofrendo perseguição da imprensa por alguma outra razão?

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).