No último sábado (20), Evandro Santo compartilhou no Instagram que sofreu um ataque homofóbico em um show em Marília, interior de São Paulo. Segundo o humorista, o ataque ocorreu ainda no teatro.

“Como todos que viram já o meu show, ele é interativo e as pessoas sobem no palco e dão risadas e sobem porque querem. Quem não quer não sobe. O show transcorria super bem, até que chega a hora do “Tinder humano” e todos os meus amigos da comédia sabe que funciona”, disse ele.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

E continuou: “Quando pedi um rapaz solteiro, na hora um rapaz chamado Pedro, se prontificou a subir para fazer o Tinder com outra moça que sempre pode acabar em um “beijo” ou “selinho”. Ele super aceitou bem, fez o Tinder, ganhou um selinho meu, deu risada assim como a moça ganhou um meu e deu risada”, afirmou.

“Saí, fui no banheiro, e quando saí, um rapaz falou: “ O Pedro está vindo ao banheiro”. E eu: uai, e daí. Quando saí do banheiro do nada, o cara apareceu, o mesmo que participou por vontade própria e me deu um baita soco na boca, no qual obviamente eu não reagi. Tanto a boca quanto ao nariz sangraram”, conta o humorista.

VEJA TAMBÉM:  A Fazenda: Ana Paula diz que Evandro queima o filme dos LGBTs

Nesta semana, Evandro voltou a tocar no assunto e contou que descobriu que o agressor acaba de sair de uma clínica de reabilitação para dependentes químicos.

“Fiquei sabendo agora que ele acabou de sair de uma clínica de reabilitação. Isto não é desculpa. Conheço um monte de dependentes ou ex dependentes que não agridem ninguém”, enfatizou Evandro.

E finalizou: “Cabia então alguém da família cuidar do moço, não deixar ele subir no palco ou participar devido a sua suposta saúde mental. Alguém vai responder sobre este crime real“, encerrou o eterno Christian Pior.