A utilização das plataformas de streaming para se ouvir música cresceu absurdamente nos últimos anos, se tornando cerca de 80% do consumo fonográfico do público, segundo dados divulgados recentemente. O aplicativo mais usado em âmbito mundial, e também aqui no Brasil, é o Spotify.

Muitos artistas que surgiram recentemente já pegaram a onda do streaming logo de cara, enquanto os mais antigos tiveram que se adaptar a essa nova realidade, transicionando das vendas digitais para o novo método. Entretanto, muitas vezes essa transição não dá muito certo.

O site Chart Masters divulgou um ranking com os artistas mais ouvidos da história do Spotify, separando também homens de mulheres, para termos uma noção mais ampla. Dos 60 artistas mais reproduzidos da plataforma, apenas 15 são mulheres. Ou seja, 25%. Ariana Grande é a única no top 5, enquanto Rihanna aparece na décima posição. Confira:

Most streamed artists of all-time on Spotify

Agora vamos apenas para as mulheres:

Most streamed female artists of all time on Spotify

Rihanna sempre reinou absoluta entre as mulheres há anos, mas com o hiatus da barbadiana e lançamentos consecutivos de Ariana Grande, a dona do hit “7 rings” assumiu a liderança em 2019 de forma estratosférica.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Ariana ganha mais que o dobro de streams de Rihanna atualmente (1,28 bilhão contra 579 milhões), e já há um abismo de 4 bilhões de plays entre as duas. Será que com o lançamento do R9, isso pode mudar? As duas também são as únicas artistas femininas com mais de 10 bilhões de streams.

Se incluirmos as parcerias, Rihanna lidera, com 18,11 bilhões contra 17,56 bilhões de Ariana. A diferença também não é tanta e a ex-Nickelodeon pode muito bem pegar a liderança nesse quesito também em pouquíssimo tempo.

Taylor Swift aparece na terceira posição e conseguiu 1,22 bilhão só no último trimestre, com seus recentes lançamentos, como o álbum “Lover”. A americana romperá a barreira dos 10 bilhões muito em breve.

A grande sensação de 2019, Billie Eilish já aparece na quarta colocação. Foram 1,63 bilhões de reproduções só nos últimos três meses, que fez com que a americana subisse de #9 para #4 no ranking, com quase 9 bilhões de streams. Estaria uma nova suprema nascendo?

Com seu retorno completo para o Spotify, além do catálogo de Jay-Z também voltando, Beyoncé conseguiu 1,18 bilhões no último trimestre e fecha o top 5. Sia e Nicki Minaj já passaram a barreira dos 8 milhões, enquanto Selena Gomez, Dua Lipa e Lady Gaga vem em seguida. Sem novidades há anos, Adele vem caindo no ranking e deixou o top 10.

Mariah Carey, em #34, e Madonna, em #40, mostram que ainda conseguem algum lugar em um cenário lotado de novos artistas.

Com mais de 3 bilhões de streams, Anitta também é grande destaque. A carioca aparece na 35ª posição, sendo a artista de língua não-inglesa e não-espanhola melhor colocada na lista. Marília Mendonça também marca presença, na 39ª colocação.

Avatar
21 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.