Em nota enviada para o site Marie Claire, Eric Surita falou sobre a sua sexualidade e que sabe o quanto um caso de LGBTfobia pode abalar psicologicamente uma pessoa da comunidade.

A declaração veio após o radialista revelar durante um programa na Jovem Pan que foi expulso de casa pelo pai, Emílio Surita, ao sair do armário como bissexual.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“É importante sim que o assunto seja debatido publicamente para o nosso desenvolvimento sociocultural e para que certos ‘valores’ sejam compensados ​​por todos nós. Tenho total consciência também dos abalos psicológicos e das consequências sociais que isso [LGBTfobia] provoca”, afirmou.

Eric também falou sobre a bissexualidade, destacando que ela ainda sofre com o preconceito dentro do próprio meio LGBT+. “Creio que todos somos bissexuais em algum grau – não são sexuais . Porém, essa é apenas uma percepção do mundo, vejo outras opiniões com maior respeito”, observou.

VEJA TAMBÉM:  Jornalista da Record, Fábio Ramalho, assume namoro com tik toker

O radialista ainda explicou na nota que escolheu não conceder entrevista neste primeiro momento devido à delicadeza do assunto. “Decidi não conceder nenhuma entrevista, porque o tema deve ser abordado com argumentos sociológicos e comportamentais mais embasados ​​do que os meus.  A exposição da vida pessoal é muito desgastante e psicológica. Nossa família sempre foi muito afetada pelo uso de aparelhos públicos e sociais”, apontou.