Nem tudo foi só close errado no Emmy 2020. A atriz Zendaya, de 24 anos, fez história na 72ª cerimônia do Emmy no último domingo (20) ao se tornar a mais jovem vencedora da categoria Melhor Atriz em Série Dramática por sua atuação em “Euphoria” da HBO.

Jodie Comer, estrela de “Killing Eve”, tinha quebrado o recorde no ano passado quando ganhou o prêmio na mesma categoria aos 26 anos de idade.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em Euphoria, a personagem de Zendaya, Rue, é uma adolescente em busca de aceitação e autoconhecimento, descobrindo o mundo das drogas, do sexo e a realidade sobre ser uma adolescente em 2020, neste mundo louco de likes e redes sociais. Na série, ela tem um relacionamento lésbico com a personagem Jules, que é uma mulher trans na ficção em Euphoria e também na vida, interpretada pela atriz Hunter Shafer.

VEJA TAMBÉM:  Drag queen Willam faz história ao ser indicada ao Emmy
Zendaya não se contém de alegria ao ganhar seu 1º Emmy (Foto: Reprodução / Emmy)
Zendaya não se contém de alegria ao ganhar seu 1º Emmy (Foto: Reprodução / Emmy)

A atriz de Euphoria mal acreditava quando foi anunciado no Emmy que ela havia vencido nomes de peso com os quais concorria, como ​​Jennifer Aniston, Olivia Colman, Laura Linney, Sandra Oh e Comer.

Cercada por seus amigos e familiares, uma Zendaya, radiante, falou sobre aceitação em seu discurso de agradecimento, tomada pela emoção:  “Eu sei que parece um momento muito estranho para comemorar”, disse ela se referindo a pandemia que assola o mundo enquanto rola uma premiação do Emmy.

E continuou: “Mas eu só quero dizer que há esperança nos jovens lá fora. Eu sei que nosso programa de TV nem sempre parece um grande exemplo disso, mas há esperança na geração mais jovem. E só quero dizer a todos os meus colegas que estão fazendo o trabalho nas ruas: vejo vocês, admiro vocês, agradeço”.

VEJA TAMBÉM:  Emmy: Ao vivo, Laverne Cox foge do roteiro e critica transfobia do prêmio; assista

Assista ao momento histórico do Emmy abaixo, onde ela recebe o prêmio e agradece fazendo seu discurso:

Sua vitória causou um grande rebuliço nas redes sociais com os fãs de Euphoria comemorando no Twitter.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).