Durante a CPI das Fake News, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) desceu o nível ao falar sobre os filmes pornôs estrelados por Alexandre Frota e Rita Cadillac. Cara a cara com o filho do presidente Jair Bolsonaro, Frota teve a oportunidade de rebater o congressista, já Rita usou o Instagram para pedir respeito. 

“Primeiramente, não estou aqui com cunho político de partido nenhum. Nem A, nem B, nem C, nem D. Estou aqui sim, pra fazer uma reclamação. Pra fazer um pedido como mulher guerreira, trabalhadora e honesta, que aos 65 anos está ralando ainda”, começou ela.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Então, senhor excelentíssimo Eduardo Bolsonaro, o senhor citou meu nome na CPI da Fake News e eu me senti muito humilhada. O senhor me citou dizendo que eu gosto de filmes e eu não gosto, nem gostei de fazer filme nenhum desse cunho que o senhor falou”, disse Rita.

VEJA TAMBÉM:  Covid-19: prefeito de cidade em SC quer tratar população com ozônio por via anal

Em um momento do vídeo, Rita revela que precisou “beber muito” para conseguir fazer as cenas e que chegou a entrar em coma alcoólico, pois não se sentia confortável. 

Assista ao desabafo: