Desde o seu término com o ator Liam Hemsworth, a cantora Miley Cyrus tem protagonizado algumas manchetes por aí devido ao seu posicionamento a respeito do ex. Acontece que, no último domingo (20), durante uma live em seu Instagram, Miley causou controvérsia ao tratar a homossexualidade como uma opção.

Acompanhada do seu atual namorado, o cantor Cody Simpson, Cyrus disse para os fãs que a assistiam para não desistirem de encontrar bons homens. “Não desistam. Vocês só tem que encontrá-los. Você tem que encontrar um pênis que não seja um babaca, sabe? Você não precisa ser gay. Há boas pessoas com pênis por aí”, discursou. 

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Após a fala da cantora, Cody sorriu e repetiu “você não precisa ser gay”, pois a frase lhe chamou a atenção. Foi aí que Miley explicou o sentido da sua declaração. “Eu sempre pensei que tinha que ser gay, porque todos os homens eram maus, mas não é verdade. Eu só encontrei um [bom] e ele está nesta live”, concluiu. 

VEJA TAMBÉM:  Após péssima repercussão, Miley Cyrus explica declaração polêmica sobre homossexualidade

A maioria das pessoas entenderam a fala dela como uma indireta para o seu ex-marido. No entanto, a outra parte dos internautas não gostou da forma como ela expôs o seu raciocínio. 

A jornalista britânica Rosie Percy chegou a criticar Miley pelo Twitter. “Mulheres ‘não precisam ser gays’ porque ‘não podem encontrar uma pessoa boa com pênis’. Não use a comunidade queer como um escape porque você não podia arrumar um namorado. As pessoas não são queer porque ‘desistiram’ de homens. Isso é muito ofensivo”, escreveu.

Alguns fãs também comentaram o ocorrido. “Eu não acredito que a gente vai precisar cancelar a Miley. MILEY, POR FAVOR, SE PRONUNCIE E PEÇA DESCULPAS”, disse uma jovem. 

VEJA TAMBÉM:  Netflix: Miley Cyrus viverá nova versão de Hannah Montana em Black Mirror

Até o momento, Miley, que sempre foi uma voz forte e ativa na luta pelos direitos da comunidade LGBTQ+ e é pansexual assumida, não se pronunciou sobre o assunto. 

Assista ao momento: