A sequência “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” desapontou muitos fãs e ativistas LGBTs por ser um filme que conta a história do diretor da escola de magia do Harry Potter, Alvo Dumbledore, que é gay, mas no longa isso nem sequer fica implícito.

Houve inclusive acusação de homofobia aos produtores e criadores do filme por simplesmente ignorarem a questão e vivência homossexual do personagem.

Pois bem. Em entrevista ao EW, o ator Jude Law, que faz o papel de Dumbledore, deu sinais de que a questão ainda deve ser mostrada nos próximos filmes da saga, afinal, vem cinco filmes por aí da série “Animais Fantásticos”.

“Como seres humanos, somos bem mais do que a nossa sexualidade. Temos que lembrar que esse é só o segundo filme da sequência, e do mesmo jeito que a JK Rowling escreve, é capaz que isso vá se revelando aos poucos de maneira natural.

Tem muito mais por vir. Vimos só uma parte do passado de Dumbledore nos primeiros dois filmes. Muitos personagens e relações ainda vão apareceer, o que tô empolgado pra mostrar! Mas não vamos entregar tudo de cara!”, contou o ator deixando pistas de que tem surpresas por aí.
Jude Law também disse que não sabe se terá cenas com Grindelwald, o bruxo e vilão por quem Dumbledore teria se apaixonado quando jovem.

Ainda segundo a autora JK Rowling revelou quando questionada sobre a sexualidade de Dumbledore, ele teve uma vida solitária e sem romances e outras experiências desde que Grindelwald teve um fim trágico em sua juventude.

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).