A drag queen Lady Bunny falou que não teria qualquer interesse em participar do reality RuPaul’s Drag Race porque, em suas palavras, “Ru e os produtores admitem que tudo ali é completamente manipulado”.

Pra quem não conhece, Lady Bunny é uma queen lendária que começou sua carreira nos anos 80, após se mudar de Atlanta para Nova York justamente junto com seu amigo de longa data RuPaul.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Sendo uma lenda drag por seus próprios méritos, Lady Bunny não precisou exatamente de Drag Race pra construir sua carreira, mas isso não impediu um entrevistador de rádio de perguntar brincando se ela participaria de uma temporada especial de Drag Race só pra “drags idosas”.

“Não estou interessada em competir”, disse ela à Glitterbeam Radio, explicando que seu estilo de atuação não é adequado para o formato Drag Race.

VEJA TAMBÉM:  Proibido de fazer drag na escola, aluno é convidado a se apresentar com drags de RuPaul

“Acho triste ver as pessoas competindo. Pra mim, a ideia de dublar outra música com outra queen pra ver qual é a melhor é completamente idiota.”

Ela acrescentou: “RuPaul é um velho amigo, estou feliz por ele ter sucesso com o programa, mas nunca seria do meu feitio, especialmente porque tudo ali é editado e deturpado pra passar o que querem que você acredita que dizem e fazem”.

“Ru e os produtores do programa admitem que é completamente manipulado, eles reconhecem isso em entrevistas o tempo todo, é óbvio que é muito produzido”.

Ela então deixa claro sua negativa a um possível convite futuro: “Então não estou interessado em ser deturpado, embora Drag Race tenha feito um grande impacto na cultura drag e eu tenha me beneficiado disso… Não acho que deturpar seja legal e é isso que o programa faz.”

VEJA TAMBÉM:  Sherry Pie, de "Drag Race", é acusada de assédio; entenda o caso
Drag Race seria tudo armado? É o que diz Lady Bunny, amiga de RuPaul.
Drag Race seria tudo armado? É o que diz Lady Bunny, amiga de RuPaul. (Foto: Divulgação)

Lady Bunny disse que há uma diferença entre o que os fãs veem em um reality show e a verdadeira arte drag: “Não vivemos brigando umas com as outras, mas é isso que o público vê como realidade no show”, ela continuou.

“Eles veem brigas e conflitos, mas não é disso que se trata a comunidade drag. Claro, há competição. Claro, há negócios, shade, mas a comunidade drag que eu conheço é mais provável que diga: ‘Querida, eu preciso de um vestido novo, me empresta?’ ou ‘Este promotor de festas lhe paga? Ele é confiável?’, explicou.

“Acabamos ficando com a fama de que tudo aqui nesse universo drag é traição e competição!”, alerta a queen.

VEJA TAMBÉM:  HBO renova We're Here para uma 2ª temporada

Lady Bunny chegou a aparecer como jurada no spin-off Drag U da Drag Race e foi homenageada no All Stars 4.

Editor de RuPaul nega armação

Procurado pelo portal Pink News, um dos editores de Drag Race negou as acusações de manipulação de Lady Bunny, de que a edição favoreceria algumas e transformaria outras em vilãs.

Jamie Martin, o editor vencedor do Emmy que está no programa desde 2014, disse à Refinery29: “Não estamos tentando manipular ativamente. Claro que algumas coisas acabam pesando mais que na realidade em um bruto diário de 8 horas de filmagem.”

Ele acrescentou: “Não é que estejamos tentando criar alguém ou manipular. Nossa equipe se preocupa muito com todas as participantes e queremos que suas histórias sejam contadas, como foram contadas tantas vezes.”

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).