No próximo dia 29 de novembro, chega ao catálogo da Netflix o documentário “Carta Para Além dos Muros”, que conta a trajetória da AIDS no Brasil, desde o início da epidemia nos anos 80, até o cenário dos dias de hoje, em que uma pessoa soropositiva não necessariamente irá desenvolver a doença, em virtude do tratamento eficaz.

Com direção de André Canto, o documentário apresenta entrevistas com médicos, ativistas e pacientes, além de um rico acervo documental que retrata principalmente a falta de informação em relação ao diagnóstico na época em que surgiram os primeiros casos. No filme é possível ver desde o pavor inicial às campanhas de conscientização, até o estigma imposto às pessoas que viviam com HIV.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
VEJA TAMBÉM:  Netflix revela estreia, elenco e pôster de nova série de Ryan Murphy; vem saber tudo

Ao todo, são 36 entrevistas, entre alguns nomes que aparecem no documentário estão: Valéria Petri, que identificou o primeiro caso de Aids no Brasil; os médicos Dráuzio Varella, Ricardo Tapajós e Rosana Del Bianco; os ex-ministros da Saúde José Serra e José Gomes Temporão; além da mãe de Cazuza, Lucinha Araújo.  

Por meio das entrevistas, o documentário busca, principalmente, desmistificar e combater o preconceito que muitas pessoas soropositivas enfrentam ainda nos dias atuais, em que, mesmo com um tratamento eficaz e muitos métodos de prevenção, existe um enorme estigma e muita desinformação em torno do diagnóstico.

Assista ao trailer: