Baseado na vida do lendário músico Elton John, o próximo filme “musical de fantasia”, Rocketman, se concentrará em seus primeiros anos na indústria da música, sua ascensão na Royal Academy of Music e suas experiências com fama, sexualidade e abuso de drogas.

Na semana passada, o jornal Daily Mail noticiou que a Paramount Pictures exigiu uma cena de 40 segundos, que mostrava os dois protagonistas masculinos nus na cama juntos, fosse cortada do filme para atingir uma menor faixa etária nos cinemas.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Mas essas afirmações foram agora frustradas pelo diretor do filme, Dexter Fletcher, que as descartou como “nada além de rumores” e prometeu que o filme final não se conterá quando se trata da vida de Elton.

“Vendo muita especulação sobre o ROCKETMAN !! Isso é bom! Ainda está inacabado, então não passa de boatos, ”ele disse. “Tem e sempre será uma fantasia musical sem barreiras que a Paramount e os produtores apoiam e acreditam apaixonadamente. Veja por si mesmo no dia 24 de maio.”

VEJA TAMBÉM:  Sam Smith revela que Elton John lhe deu seu nome de drag queen

A estrela de Kingsman, Taron Egerton, interpretará o ícone da cultura pop Elton Jonh no filme, enquanto Richard Madden, que você reconhecerá da grande série da BBC “Bodyguard”, será John Reid, ex-empresário e ex-amante de Elton.

Em uma entrevista recente, Taron revelou que ele e Richard têm alguns momentos seriamente íntimos no filme, que é presumivelmente o que seria cortado. “Eu provavelmente não deveria estar te contando isso, mas nós temos uma cena de sexo. Fomos a alguns lugares juntos e ficamos bem fisicamente. Eu assisti depois e acho que ficou ótimo ”, disse ele.

VEJA TAMBÉM:  Versão musical de "O Diabo Veste Prada" terá músicas escritas por Elton John

“A natureza adulta do filme, combinada com o fato de ser um musical, faz com que pareça bastante “zeitgeisty”. Eu não sei se posso dizer isso, mas é basicamente sobre o Elton na reabilitação, então não estamos poupando nada”. O próprio Elton disse anteriormente aos cineastas que nada deveria estar fora dos limites do filme, dizendo: “Diga tudo. Não se preocupe com a classificação do filme. Faça o que você precisa”.