O rapper americano Tyler, The Creator, falou de sua sexualidade ao mesmo tempo que usou seu linguajar tido por muitos como homofóbico.

Sendo entrevistado pela GQ, o músico disse que “curte garotas”, mas de vez em quando acaba sempre “pegando um brother”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Durante entrevista com a jornalista Carrie Battan, chamou a atenção de Tyler, um carro que passou por ali em um semáforo tocando sua música ‘Earfquake’. Segundo informações, ele gritoua: “Quero que você saiba o quão gay é isso!”.

E continuou se dirigindo ao motorista: “Por que você toca minha música? Essa é a coisa mais gay de todas! Não faça isso de novo!”, sem deixar ninguém entendendo direito sua intenção, aparentemente em uma brincadeira sem muita graça.

Voltando do carro, o rapper de 28 anos, que foi indicado ao Grammy com o álbum ‘IGOR’, contou à jornalista sobre suas preferências sexuais, explicando que ele ama mulheres, mas, muitas vezes, ele acaba com seus ‘brothers’ do sexo masculino na cama. 

VEJA TAMBÉM:  Geisy Arruda revela que é bissexual: “Meu coração está aberto, independente do sexo”

“Eu gosto de garotas, mas acabo transando com seus brothers todas as vezes”, disse, assumindo curtir aquela broderagem aparentemente agora fora do sigilo.

Independentemente de Tyler estar ou não brincando com o assunto ou com seus fãs, há que se reconhecer a coragem de tocar em um assunto ainda tabu no meio do rap e hip hop, onde a comunidade LGBTQ+ ainda não é totalmente acolhida.

Entretanto, vale lembrar que no passado, Tyler já foi problematizado e até considerado “cancelado” por letras consideradas homofóbicas.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).