O rapper americano Tyler, The Creator, falou de sua sexualidade ao mesmo tempo que usou seu linguajar tido por muitos como homofóbico.

Sendo entrevistado pela GQ, o músico disse que “curte garotas”, mas de vez em quando acaba sempre “pegando um brother”.

Durante entrevista com a jornalista Carrie Battan, chamou a atenção de Tyler, um carro que passou por ali em um semáforo tocando sua música ‘Earfquake’. Segundo informações, ele gritoua: “Quero que você saiba o quão gay é isso!”.

E continuou se dirigindo ao motorista: “Por que você toca minha música? Essa é a coisa mais gay de todas! Não faça isso de novo!”, sem deixar ninguém entendendo direito sua intenção, aparentemente em uma brincadeira sem muita graça.

Voltando do carro, o rapper de 28 anos, que foi indicado ao Grammy com o álbum ‘IGOR’, contou à jornalista sobre suas preferências sexuais, explicando que ele ama mulheres, mas, muitas vezes, ele acaba com seus ‘brothers’ do sexo masculino na cama. 

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Eu gosto de garotas, mas acabo transando com seus brothers todas as vezes”, disse, assumindo curtir aquela broderagem aparentemente agora fora do sigilo.

Independentemente de Tyler estar ou não brincando com o assunto ou com seus fãs, há que se reconhecer a coragem de tocar em um assunto ainda tabu no meio do rap e hip hop, onde a comunidade LGBTQ+ ainda não é totalmente acolhida.

Entretanto, vale lembrar que no passado, Tyler já foi problematizado e até considerado “cancelado” por letras consideradas homofóbicas.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).