O criador da série de jogos eletrônicos de ação-aventura baseado nas mitologias grega e nórdica “God of War” gerou polêmica entre os fãs da franquia nesta terça-feira (04). Eleito o Melhor Jogo de 2018 pelo Game Awards, God of War se tornou alvo da ira de alguns fãs porque o criador do jogo, David Jaffe, declarou que Kratos, o guerreiro espartano que conduz a história, seria bissexual.

Em meio as celebrações do mês do Orgulho LGBT, fãs de várias séries estão reimaginando os personagens dos games (jogos) como apoiadores da causa. Entre as várias artes postadas na internet (twitter e instagram), está uma produzida pelo artista @BT_BlackThunder, que mostra Kratos vestindo uma camiseta com os dizeres “We are all human” (“Somos todos humanos”) e trazendo as cores das bandeiras de diferentes grupos LGBT.

Quando viu a imagem no Twitter, Jaffe retutitou a imagem e postou essa uma mensagem: “Oh, mais uma coisa: não para dar uma de JK Rowling, mas quando estava trabalhando nas origens de Kratos para os primeiros jogos, sabia que ele era um furioso bissexual, até se estabelecer com a sua esposa. Então Kratos é oficialmente bi…”.

A declaração provocou revolta em alguns fãs do game. “De jeito nenhum. Isso é besteira, Kratos é um homem hétero”, respondeu um seguidor. “Kratos bissexual agora faz parte da história?!? Sério?”, surpreendeu-se outro.

“Cory (Barlog, diretor criativo da SIE Santa Monica Studio), por tudo o que há de bom neste mundo, por favor, eu imploro a você, não inclua nenhuma política de identidade sexual desnecessária nas habilidades dele”, twittou um terceiro.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Já para outros jogadores, essa informação faz sentido dentro do universo de God of War. “Bem, ele é um espartano, então…”, escreveu um fã. “Espartanos eram notórios por amar os homens e usar as mulheres para procriar – então faz sentido”, concordou outro.

No sequência, Jaffe explicou que o comentário foi apenas uma brincadeira para provocar gamers homofóbicos – que têm expressado revolta com manifestações de apoio ao mês do Orgulho LGBT vindas de empresas da indústria dos games.

“Infelizmente, aquela último tuíte era uma mentira para irritar os que estão espalhando ódio por conta da imagem #Orgulho de Kratos”, esclareceu. “Honestamente, nunca presumi que Kratos era outra coisa que não heterossexual, mas e se ele sempre tivesse sido bi e apenas fosse descoberto agora? Ótimo! Funciona para mim!”

A postagem acabou deixando ainda mais fãs descontentes, incluindo apoiadores da causa LGBT, que acusaram Jaffe de se aproveitar do momento para tornar o personagem representativo de forma artificial. Novamente, o desenvolvedor esclareceu o ponto.

“Nunca foi minha intenção sugerir que esse tipo de representação necessária seria uma piada”, disse. “Eu acho que já passou da hora; já era tempo na época do PONG. Então, se você ficou ofendido com essa parte da minha piada, sinto muito por isso. Não era minha intenção. Feliz do mês #Orgulho para TODOS!”

Jaffe depois de responder a vários fãs, ele explicou de novo em um tweet que “Kratos não é bissexual, e sim hétero; a brincadeira foi para incomodar as pessoas que estavam nervosas com uma imagem feita por um fã em que Kratos celebra o mês do Orgulho LGBT. Portanto, afirmar que Kratos era bissexual teve o único propósito de incomodar os homofóbicos”. Depois desse twitte, David Jaffe entrou na brincadeira de vez e disse que Kratos ainda poderia ser bissexual, mas somente se namorasse Solid Snake do jogo Metal Gear Solid.

Solid Snake do jogo Metal Gear Solid.