Desde que Frozen foi lançado, em 2013, parte da comunidade LGBT se uniu com um propósito em comum: uma campanha para que a Disney fizesse com que Elsa, uma das protagonistas do longa, se assumisse LGBT.

Considerada por muitos como uma metáfora a uma saída do armário, “Let It Go“, se tornou não só a música-tema mais popular da Disney em décadas como uma espécie de hino LGBT.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Agora, com a chegada cada vez mais próxima da sequencia do longa, e depois de inúmeras declarações por parte da equipe da animação que diziam apoiar completamente a ideia, Kristen Anderson-Lopes, umas das compositoras da trilha sonora do filme, em entrevista ao portal IGN, revelou que não será dessa vez que teremos uma princesa LGBT.

Como no primeiro filme, Elsa não é apenas definida por um interesse romântico. Há tantos filmes que definem uma mulher por seu interesse amoroso. Essa não é uma história que queríamos contar neste momento. O que realmente queríamos dizer era se você tem esses poderes, como você cresce e muda e encontra seu lugar no mundo?”, disse ela.

VEJA TAMBÉM:  “Transbordando Amor”: documentário mostra vivências de homens trans

É, quem sabe no terceiro filme.

Frozen 2 estreia em Novembro nos Estados Unidos, mas, só deve ser lançado no Brasil em Janeiro de 2020.