Após conceder uma entrevista emocionante a Stephen Colbert na última semana, em que criticou o governo Trump e chamou atenção para o aquecimento global, a atriz Ellen Page usou as redes sociais para questionar Chris Pratt por apoiar uma igreja famosa por ser anti-LGBT.

O ator de Guardiões da Galáxia conversou com Colbert e falou a respeito de sua fé. Pratt se identifica como um Cristão não-sectário, e apoia a igreja Hillsong, que ganhou os holofotes por não “afirmar” o “estilo de vida LGBTQ”. Na entrevista concedida a Colbert, Pratt falou sobre uma dieta que fez, através da igreja, baseada no livro de Daniel, do Antigo Testamento. “Ele era um cara que comia apenas frutas, vegetais e grãos, não tinha nenhum pão com levedura ou produtos animais. E eu fiz [a dieta] com o meu pastor.”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Por meio do Twitter, Ellen Page alfinetou Pratt ao compartilhar uma entrevista em que o ator fala de seu lado espiritual, questionando-o por apoiar uma igreja bastante conhecida nos Estados Unidos por suas crenças anti-LGBTQ. “Certo. Hmm. Mas a igreja dele é infamante anti-LGBTQ, então talvez ele aborde isto também?”

VEJA TAMBÉM:  Alok conta que recusou proposta milionária para fazer clipe sobre "cura gay"

Em seu perfil oficial do Instagram nesta segunda-feira (11), Pratt rebateu as acusações da atriz e defendeu a igreja que frequenta. Chris Pratt se identifica como um cristão não denominacional e apoia a Igreja Hillsong, outras celebridades como Justin Bieber, Selena Gomez e Kendall Jenner também são fiéis da igreja bastante polêmica.

Os problemas surgem com os relatos envolvendo antigas práticas da igreja em praticar a “cura gay”, sessões de terapia para “converter” homossexuais para heterossexuais. O líder da igreja, Carl Lentz, considera a homossexualidade um verdadeiro pecado e que nunca deixaria um membro homossexual ter alguma posição de destaque dentro do culto.

“Recentemente foi sugerido que eu pertenço a uma igreja que ‘odeia pessoas’ e que é ‘anti-LGBTQ’. Nada disso poderia ser mais longe da verdade. Eu frequento uma igreja que abre suas portas para absolutamente todo mundo. Apesar do que a Bíblia diz sobre divórcio, a comunidade da minha igreja esteve lá pra mim durante cada passo, sem nunca julgar, apenas me acompanhando graciosamente pela caminhada”, escreveu Pratt.

VEJA TAMBÉM:  Governo do Canadá apresenta projeto que proíbe a "cura gay"

“Eles me ajudaram tremendamente ao oferecer amor e apoio. É o que os vi fazendo com outros em incontáveis outras ocasiões, independente de orientação sexual, raça ou gênero. Minha fé é importante para mim, mas nenhuma igreja define minha vida, e eu não sou porta-voz de nenhuma igreja ou grupo de pessoas. Meus valores definem quem eu sou. Precisamos de menos ódio no mundo, não mais. Eu sou um homem que acredita que todos são livres para amar quem quiserem, independente do julgamento de outros homens. Jesus disse ‘Eu lhes dou um novo mandamento, amai-vos uns aos outros’. Isso é o que guia minha vida. Ele é o Deus do Amor, Aceitação e Perdão. Ódio não tem lugar neste mundo ou no meu”, escreveu.

Ellen Page está na Netflix com a série The Umbrella Academy, que estreia 15 de fevereiro. Já Chris Pratt retornará em Vingadores: Ultimato.

VEJA TAMBÉM:  Psiquiatra que realizava “cura gay” é flagrado em sexo gay com pacientes