A atriz Cara Delevingne, que é uma das protagonistas do filme Esquadrão Suicida, respondeu a um troll homofóbico em suas redes sociais que disse que sua namorada, a também atriz Ashley Benson da série Pretty Little Liars, deveria encontrar um “homem religioso forte e bonito”.

A troca de ofensas ocorreu nos comentários em um vídeo do Instagram que supostamente mostrava uma mulher amarrando as mãos da amiga com uma corda e arrastando ela pelo chão. O perfil do Instagram que postou o vídeo afirmou que ali seria Cara Delevingne abusando de Benson.

https://www.instagram.com/p/Bwx1hZ1FGVX/?utm_source=ig_web_copy_link

O homofóbico ainda disse que Ashley Benson “precisa” de um homem: “Veja @caradelevingne amarando e batendo em uma mulher”, escreveu o usuário do Instagram. “O vídeo é da semana passada. Todas as semanas há algo desrespeitoso em relação a @ashleybenson. Estou tão feliz que Ashley não esteja mais perto de Cara”, dizia outro comentário.

Também teve quem disse que Delevingne foi “desrespeitosa” e disse que “Ashley merece alguém melhor”. Outro homem comentou no vídeo: “Ashley, eu sei que você está aqui.” Em um comentário seguinte, continuou: “Estou falando sério, você precisa ficar longe desse demônio e nunca mais voltar. Tenho certeza de que muitos homens religiosos fortes e fortes iriam levá-la de volta ao caminho certo em um piscar de olhos. Você não é assim, você não é gay. Você ama os homens e precisa de um”.

Inicialmente, Benson respondeu ao comentário e disse ao homem para cuidar de sua própria vida: “Pare de inventar coisas”. No entanto, Delevingne perdeu a paciência e respondeu: “Você é escroto, nojento! Se você tem problemas com amor próprio, então venha e diga isso na minha cara, em vez de ser patético, espalhando ódio pelo Instagram”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Ela ainda disse: “Eu genuinamente sinto muito por vocês dois, vocês claramente não estão felizes com suas vidas e têm muito tempo em suas mãos. Talvez tenham um hobby que não envolva ser homofóbico e odiar os outros por serem felizes”. Depois da repercussão do caso, a conta que publicou o vídeo foi tornada privada.

Ainda que Delevigne e Benson prefiram manter o relacionamento privado, elas já foram vistas juntas em várias ocasiões desde Agosto do ano passado.