Se você acha que nada pode ser mais inesperado que Kanye West ter falado recentemente ter intenções de se candidatar à presidência dos EUA (depois do Trump a gente não duvida mais de nada, né minha filha?), agora talvez o cantor tenha conseguido uma candidata à vice ainda mais surpreendente: a integrante da família Kardashian, Caitlyn Jenner.

Em uma conversa rápida com um repórter da TMZ, a atleta olímpica e estrela e  TV disse que mandou uma mensagem para Kanye perguntando se ela poderia ser sua companheira de chapa no cargo de vice.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Jenner apoiou a campanha presidencial de Donald Trump em 2016. Desde então, ela já se declarou arrependida  – chamando-o de “o pior” para as pessoas trans -, mas não deixou de ser republicana.

VEJA TAMBÉM:  Chuva dourada? Kanye West mija em Grammy como forma de protesto

“Você vai votar em Kanye agora que ele está concorrendo”, o repórter perguntou a Jenner enquanto ela saía de um LA Starbucks. E Caitlyn respondeu: “Bem, eu mandei uma mensagem para ele e perguntei se eu poderia ser sua vice-presidente”, ela respondeu.

“Oh, isso é genial”, exclamou o repórter, ao que ela disse: “Sim, eu sei!”, ela respondeu.

“Que combinação”, reagiu ele e perguntou “Você vai mesmo fazer isso?”, ao que Caitlyn se limitou a dizer: “Estamos vendo!”

Não acredita no diálogo? Pois assista ao vídeo abaixo com a reportagem do TMZ que pegou Caitlyn andando pela rua:

https://www.instagram.com/tmz_tv/?utm_source=ig_embed

Em 2017, Jenner disse que estava considerando concorrer ao Senado dos EUA como republicana. Durante a eleição presidencial de 2016, ela também se ofereceu para ser a “embaixadora transgênero” do senador Ted Cruz se o republicano de extrema-direita ganhasse a indicação do partido.

VEJA TAMBÉM:  Restaurante é acusado de transfobia por usar antes e depois de Caitlyn Jenner nos banheiros
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).