Compartilhando a foto de uma rua decorada com guarda-chuvas rosa no Instagram segunda-feira (1º de março), Britney Spears disse que está se dedicando a “curar”. “Em todos os relatos da loucura do ano passado sinto que as lágrimas de Deus atingiram a todos nós com o que o mundo passou devido ao coronavírus”, escreveu Britney.

“Este novo ano deve ser um ano de limpeza de nosso eu interior com meditação, oração, qualquer tipo de hobby que traga alegria, e estar consciente do que colocamos em nossos corpos também.” Ela acrescentou: “Tudo isso nos ajuda a ter uma mente clara, corpo, espírito e oferece muito mais clareza em nosso dia a dia”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Este ano me dedico a muito chá e cura!!!! Estou trabalhando para me permitir não ser tão forte o tempo todo e saber que não há problema em chorar. Rezo por uma cura profunda este ano para todos nós e espero que possamos inspirar uns aos outros”.

VEJA TAMBÉM:  Shea Couleé revela que colega drag a sugeriu que fizesse performance vestida de escrava

Os fãs entraram em ação nos últimos anos, fazendo campanha para libertar Britney (movimento Free Britney) da tutela sob a qual ela está desde 2008, que viu seu bem-estar e patrimônio financeiro controlados em grande parte por seu pai, Jamie Spears.

A saga da tutela foi apresentada no recente documentário Framing Britney Spears. O filme alimentou ainda mais protestos de fãs sobre a situação de Britney Spears e gerou um novo escrutínio sobre seu tratamento pela imprensa e outras figuras importantes. Alguns confessaram como trataram a cantora no final dos anos 2000. Outros não.

Assim como o tratamento tóxico que recebeu dos paparazzi, Framing Britney Spears abordou a reação sexista que a estrela recebeu após seu rompimento com Justin Timberlake, rendendo até um pedido de desculpas da cantora.