A cantora Britney Spears causou surpresa e polêmica entre seus milhões de fãs ao compartilhar em seu Instagram um texto escrito originalmente pela internauta Mimi Chu.

A mensagem dizia: “Durante esse período de isolamento, precisamos nos conectar agora mais do que nunca. Teremos que aprender a nos beijar e nos abraçar através da internet. Vamos nos alimentar, redistribuir a riqueza e fazer greve. Vamos entender a própria importância dos lugares em que devemos ficar”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

View this post on Instagram

Communion goes beyond walls 🌹🌹🌹

A post shared by Britney Spears (@britneyspears) on

Depois do post, que apenas pedia melhor distribuição de renda diante das consequências do coronavírus, Britney se tornou mais uma celebridade a ser chamada de “comunista” pela Internet.

A notícia foi comentada até na FOX News, onde chegaram a cogitar que os três emojis de rosas ao final do post de Britney, seriam na realidade uma referência ao símbolo usado por partidos socialistas.

VEJA TAMBÉM:  Grindr disponibiliza recurso "explorar" grátis no período da quarentena

A autora da mensagem original, Zhu, comentou a repercussão de sua mensagem através do compartilhamento de Britney: “É engraçado, mas fofo! Estou feliz que minha mensagem tenha chegado em tantos e comovido. Britney é um ícone e fico contente que a gente tenha se conectado de alguma forma no meio dessa avalanche!”.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).