Neste final de semana, Anitta causou polêmicas ao falar sobre o SUS, chegando até se defender de ataques no Instagram, horas depois de contar os elogios que fez ao SUS (Sistema Único de Saúde) em conversa com um taxista dos Estados Unidos.

A cantora foi criticada por não usar o sistema público, mas rebateu dizendo que não nasceu em “berço de ouro”.

“Acordei sabendo que virei uma polêmica porque falei do SUS. Número um: o SUS não é só isso, já foi falado isso 750 mil vezes. Número dois: não nasci em berço de ouro, tá, gente? Já fui em hospitais públicos 750 milhões de vezes na minha vida. Inclusive, tem pouquíssimos anos que eu tenho plano de saúde particular. Eu e minha família. Tá bom? Durante muitos anos era o público. Beijão!”

Isso porque um seguidor escreveu no Instagram: “Até parece que ela usa o SUS”. Mauro Machado (o “Painitto”), pai de Anitta, a defendeu: “Não usa, ela está ajudando a não lotar mais ainda. Concorda que ela paga duas vezes? Paga o [plano] particular e paga os impostos”

De acordo com Anitta, o papo com o motorista dos Estados Unidos foi:

“O primeiro assunto que o motorista puxou comigo hoje foi sabe o quê? A vacina que já tem no Brasil. Uhum! Não vou mentir que fiquei me gabando. Falei: ‘é, porque no Brasil temos o SUS, que é um sistema público de saúde… a gente tem o Butantan!’. Aí ele falou: ‘é eu sei, aqui é complicado, tem que ter um dinheirão, tal tal tal…’ Pois é. no Brasilzão é isso aí….

Animada com a perspectiva de uma vacina contra o novo coronavírus, Anitta havia brincado que faria campanha para o Instituto Butantan como um jeito de “furar a fila” da vacinação. Ela ainda ironizou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao dizer que não viraria “jacaré” com a imunização. Ela quando quer é demais, né?

Carioca, antenado e intenso. Redator do Põe na Roda e Produtor Digital da Rádio Rio de Janeiro. Amante das artes, desde as cênicas até a fotografia. Taurino com 21 anos, apreciador raiz da cultura pop e um jornalista em construção.