O pai do participante Victor Hugo do BBB 20, Hélio Teixeira, comentou ao jornal O Globo sobre a piada que o integrante Felipe Prior fez sobre a sexualidade do filho.

“Meu filho estava dormindo e não tinha noção do que estava acontecendo. Ele estava desprotegido e os rapazes tinham consciência de que estavam fazendo bullying. Foi uma coisa ridícula”, disse Hélio.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O episódio que o pai de Victor se refere foi quando Felipe  Prior entrou alcoolizado no quarto e se deitar ao lado de Victor. Felipe se jogou de forma brusca na cama e acabou irritando o outro brother, que disparou “Vem, mas vem direito”.

Após os outros participantes do programa fazerem piadas com a cena, como que Prior estaria ficando excitado e que era para Victor aproveitar, Felipe respondeu: “Oh, Vitão, na moral, tu falou que não gostava de piroca, irmão? Agora tá gostando de piroca, carai?”.

VEJA TAMBÉM:  Estudo revela que bissexuais tem chances muito menores de sair do armário; entenda os motivos

Na entrevista, Hélio continua o relato afirmando a família já imaginava que alguns participantes não iriam entender a sexualidade do filho e ele iria sofrer discriminação no programa, além de lamentar não estar por perto para defender o brother.

“Meu filho sofreu preconceito a vida inteira. Mas sempre estivemos ao lado dele, e ele aprendeu a reagir. Se esse episódio tivesse ocorrido fora da casa do BBB, certamente ele teria tomado uma atitude e recorrido aos seus direitos”, relata.