Com a cagada de Prior, que não teve coragem de indicar Daniel ao paredão, a Internet agora se dividem entre #ForaBabu ou #Fora Pyong para o próximo paredão do BBB 20.

Fato é que ambos tem momentos questionáveis sim na trajetória do reality. Como todos nós e qualquer pessoa, nenhum é perfeito.

De um lado Pyong, que assediou meninas explicitamente durante uma festa do BBB em que roçou de maneira não consensual se esfregando e pegando na bunda de algumas, e além de tudo é Bolsominion declarado,  já tendo tirado até foto com o véio da Havan…

E do outro lado Babu… Mas o que Babu fez e por que está sendo chamado de homofóbico? Recentemente ele se referiu ao participante Daniel de “viradinho”. É homofobia? Sim. Usar “viado” ou gay como ofensa é uma atitude homofóbica, ainda que seja um condicionamento cultural e quase automático de 90% dos heterossexuais ainda hoje… Lamentável!

Por outro lado, há outros momentos do reality que valem ser lembrados para sermos justos e que mostram que Babu, assim como todos nós, se encontra em desconstrução e não é necessariamente contra os LGBTs ou homofóbico, local em que parte da militância está insistindo em colocá-lo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em outros momentos do BBB, Babu chegou a conversar com brothers sobre sua reação – e apoio! – caso tivesse um filho gay, elogiou e dançou animado Gloria Groove, de quem sua filha pequena é fã (e também falou sobre isso), e ainda elogiou a ação do Youtuber Felipe Neto quando doou livros LGBTs à crianças após o veto do prefeito do Rio – e homofóbico declarado – Crivela. Seja você contra ou a favor de Babu, nenhum homofóbico declarado faria nada disso!

Além disso, em outra ocasião no confinamento, Babu contou que está produzindo com um amigo gay uma série de temática LGBT sobre aceitação, revelando que emocionou na gravação de um dos episódios onde um personagem se assume.

Assista aos momentos abaixo lembrados no Twitter:

E por outro lado, veja abaixo os momentos problematizados de Pyong:

E tire suas conclusões nesse verdadeiro racha da opinião pública.

Independente de qual lado você defenda (ou ataque!) é fato que a saída de Pyong desestabilizaria muito mais a casa e o grupo hegemônico formado por Marcela e Daniel que juram estar dominando o jogo, o que parece bastante interessante neste momento do jogo.

E aí? Você é #ForaBabu ou #ForaPyong nesse próximo paredão? A votação está acirrada já acumulando centenas de milhões de votos! O resultado a gente assiste na terça-feira.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).