A série de super-heróis Arrow ( Arqueiro), transmitida pela CW e no Warner no Brasil, está em sua última temporada. E um dos momentos mais comoventes de toda a série aconteceu no mais recente episódio, exibido terça-feira (5) nos Estados Unidos, intitulado “Present Tense”, onde William (Ben Lewis) finalmente conta que é gay ao pai (Oliver Queen (Stephen Amell).

Alerta SPOILER!! Esse episodio será exibido no próximo domingo (10) na Warner Channel Brasil.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

William já confirmou que era gay no início da temporada durante uma conversa com Roy (Colton Raynes), quando contou sobre seu ex-namorado. A cena em que ele conversa com seu pai foi tensa e deixou claro como relacionamentos complicados com os pais podem afetar uma pessoa.

Oliver abraçado a William quando se reencontram depois de 20 anos

O ator intérprete do personagem, Ben, é gay e falou ao site Pride sobre esse momento no episódio, ressaltando como era importante que está cena acontecesse: “Foi muito importante pra mim. Acho que coloquei muita pressão em mim mesmo, honestamente, para acertar, especialmente porque é uma cena e um momento que eu especificamente pedi aos roteiristas. Assim que li o final do último episódio onde Mia e William se reuniram com Oliver em 2019, uma das primeiras coisas que me veio à cabeça foi ‘Uau, aposto que William nunca teve a oportunidade de contar que é gay para o pai antes de morrer. Eu sou gay e sei que esse momento é muito importante na vida de qualquer pessoa LGBT. Eu disse para meus pais antes do meu aniversário de 18 anos. Até que você faça isso, você não pode imaginar o quanto isso muda sua vida”

“Obviamente todo mundo tem uma experiência diferente ao sair do armário. Para algumas pessoas como eu, você tem a sorte de ter pais que amam e abraçam você. Para outras pessoas pode ser muito traumático e difícil. Mas acho que o que todo LGBT tem em comum é esse medo de não saber o que vai acontecer na hora. Para mim foi exatamente esse o grande momento decisivo na minha vida. Foi quando eu senti que realmente comecei a viver. Assim, para William essa oportunidade de contar ao seu pai antes de morrer foi roubada”

“Viver com a tristeza e o pesar potencial disso e depois ter outra chance, 20 anos depois, nos seus 30 anos, de encarar seu pai e dizer a ele quem ele realmente é e de falar sua verdade, é um momento tão forte. Como ator, uma cena normal de saída do armário seria emocional e catártica, mas aí você adiciona a ela o aspecto da viagem no tempo e o fato de que ele está vendo seu pai morto pela primeira vez em 20 anos. Havia muito o que sentir e dizer nesse momento, então foi apenas um presente fazê-lo”.

Assista a cena em que William conta a Oliver que é gay: