O ex-Fazenda e ex-G Magazine, Theo Becker (que prestígio!), se pronunciou em suas redes sociais em defesa da censura aplicada pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella nas HQs da Marvel com beijo gay.

Em um comentário extremamente preconceituoso e lgbtfóbico, para não dizer criminoso, Theo Becker afirmou que “caso crianças leiam estas revistas, serão todas garotos de programa e prostitutas”. De onde ele tirou essa análise? Sim, de sua mente doentia.

Que Theo Becker não bate bem do tico e do teco, a gente já sabe. Basta ter assistido a edição de A Fazenda da Record em que ele participou pra saber bem disso.

Agora, o que ator, que atualmente se encontra no ostracismo, não esperava, é que a ex-BBB e mulher transexual Ariadna se indignaria com suas afirmações (justamente!) e viria a público fazer revelações sobre o passado dos dois.

Em um vídeo postado em suas redes sociais, a ex-BBB Ariadna afirmou: “Coisa engraçada Théo Becker, falar uma coisa dessa na mídia né?! E no entanto vivia se esfregando com a Patrícia Araújo (atriz transexual) que coisa né, que coisa feia. Inclusive me pagou, você lembra? Há anos atrás, antes do Big Brother na Barra da Tijuca… Vamos deixar de hipocrisia hein. O mundo está cheio de prostitutas porque tem gente como você que paga”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Em resposta, Theo Becker chamou Ariadna de “infeliz e oportunista”, dizendo que “nunca ficou com travestis ou homens”.

Ariadna por sua vez finalizou a polêmica e respondeu: “Quando você assume que esteve carente e que procurou mulheres, você tá assinando que pagou sim. E eu já tinha passado pela minha transição e não tinha como saber o contrário. Minha intenção não é aparecer em cima de alguém que nada tem a oferecer, é até um mico pra mim. História encerrada… Quer me processar? Manda o processo pra Itália, vou responder como cidadã italiana”.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).