Pelo visto o Nego do Borel aprendeu a lição sobre a comunidade LGBTQ. O cantor deu uma entrevista ao Extra e se mostrou arrependido das polêmicas em que se meteu. No início deste ano, ele foi acusado de transfobia após se referir à Luisa Marilac no masculino.

Quando questionado sobre o episódio, Borel disse que, hoje, enxerga a situação com outros olhos e conta que foi importante ter levado a “pancada”.

“Naquela época eu falei brincando. Achei que não tinha nada a ver, mas acabou machucando algumas pessoas. E eu acho que com isso aprendi muito, e algumas pessoas que fazem esse tipo de brincadeira também aprenderam”, explicou Nego.

O funkeiro também acredita ter amadurecido com toda a polêmica. “A gente sempre aprende mais a cada dia, cresce mais. Eu acredito que envelheci uns 50 anos depois de tudo o que aconteceu. Mas não vejo como algo de todo ruim. Foi muito bom para o meu aprendizado, para o meu entendimento. Eu entendi tudo o que aconteceu e acho que levantei um debate muito importante para muitas pessoas aprenderem também a praticar mais o respeito”, revelou.

Embora Luisa tenha perdoado Nego do Borel e dado o caso como resolvido, rumores afirmam que a ativista contatou seus advogados para propor que o cantor atue em campanha em prol da comunidade LGBTQ.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA: