Uma empresa holandesa de tecnologia quer testar aqui no Brasil um app de “carona” que permitirá que os usuários paguem as corridas com sexo.

De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela própria marca, a prática já acontece, só que de maneiras “informais”.

O grande objetivo é que o famoso Uberquete fique mais claro tanto para o passageiro quanto para o motorista. A plataforma terá uma opção para que os usuários escolham qual o gênero desejam.

Para usar o aplicativo, o passageiro e o motorista terão que pagar um valor mensal, que ficará em torno de R$ 15 a R$ 20.

Segundo a empresa, a novidade deve chegar ao Brasil em fevereiro de 2020, para aproveitar o carnaval, já que é uma época em que as pessoas estão mais soltas.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Vale ressaltar que, na Holanda, algumas empresas aceitam o sexo como forma de pagamento de aulas de direção.